Carlos celebra apoio de Oswaldo de Oliveira e espera aprender com novos companheiros de equipe

Carrasco em clássicos, o centroavante renova as esperanças para a nova temporada

Carlos celebra apoio de Oswaldo de Oliveira e espera aprender com novos companheiros de equipe
Pelo Internacional foram 31 partidas e seis gols pelo time gaúcho (Foto: Pedro Vilela/Getty Images)

O jovem Carlos demonstrou entusiasmo em retornar ao Atlético-MG. Centroavante de origem, o jogador, que se reapresentou após o fim do empréstimo no Internacional, comemorou  a oportunidade de atuar em sua posição de origem, sem ser improvisado nas pontas.

“Vou começar o ano com a oportunidade de jogar na minha posição e mostrar o que sei, que é a bola bater em mim e entrar sem querer”, brincou o atleta.

Com apenas 22 anos, Carlos tem a chance de aprender com o novo contratado: Ricardo Oliveira. O centroavante, que é cria da base alvinegra, elogiou o novo companheiro de equipe.

“Com o Ricardo Oliveira, vou aprender coisas novas, porque é um dos maiores artilheiros do Brasil”, elogiou.

O bom astral tem motivo: o atleta foi cotado pelo técnico Oswaldo de Oliveira para atuar no time titular que enfrentará o Boa Esporte, na próxima quinta-feira (18), às 19h30, em Varginha. Além disso, o treinador depositou grande expectativa em ver o jogador atuando como centroavante.

"O treinador veio conversar comigo, dizendo que ia me utilizar na minha posição, jogando de centroavante mesmo", contou o atleta, que vê com bons olhos a contração de atletas rápidos como Róger Guedes, já que pode favorecer o seu desempenho dentro de campo.

Sobre a sua passagem pelo Internacional, Carlos admitiu que teve um ano difícil. Após chegar ao Inter, o jogador sofreu com lesões e acabou perdendo espaço. Foram 31 partidas e seis gols pelo time gaúcho. Sua expectativa, contudo, é bem melhor para 2018.

"Foi um ano que não foi diferente daqui. Tive lesões e, quando voltei, o time já estava encaixado. Só tive paciência de entrar em campo no segundo tempo, ajudando a fazer gols, a marcar. Acho que esse ano será melhor", contou. 

Com a camisa alvinegra, Carlos acumula mais de 100 jogos e marcou 21 gols. Na temporada de 2016, o jogador balançou as redes cinco vezes em 22 partidas disputadas. Carrasco em clássicos, o camisa 13 caiu nas graças da torcida atleticana por causa dos gols marcados contra o rival Cruzeiro – quatro no total, sendo dois no mesmo jogo, pelo Campeonato Brasileiro 2014.