Fábio Santos aponta perda de intensidade física após tropeço em casa do Atlético-MG

Galo abriu vantagem no primeiro tempo, mas cedeu empate para o Patrocinense

Fábio Santos aponta perda de intensidade física após tropeço em casa do Atlético-MG
Foto: Bruno Cantini / Atlético-MG

O Atlético empatou em 2 a 2 com o Patrocinense, nesse domingo (28), no Independência, pela quarta rodada do Campeonato Mineiro. Entre críticas e lamentações, o lateral-esquerdo Fábio Santos admitiu que o time alvinegro cansou na etapa complementar.

“Perdemos a intensidade. Infelizmente, cansamos bastante no segundo tempo. Sentimos o ritmo de jogo, perdemos a intensidade de marcação, diminuímos onde tinha que diminuir. A equipe deles foi crescendo. Acredito que foi justo o placar. Você acaba perdendo força, dá mais campo para o adversário ter velocidade, vai gostando do jogo", afirmou o camisa 6.

O goleiro Victor também comentou sobre o empate e alertou para a necessidade de melhora tática e física da equipe atleticana. “A gente tem que evoluir ainda no sentido de entrosamento, de organização. Temos que corrigir. Temos ciência disso. Mas também temos que estar um pouco mais concentrados para evitar passar por esse tipo de situação durante a temporada. Isso é algo a ser conversado com a comissão técnica, dentro do planejamento que foi feito. Independentemente disso, acho que todo mundo tem que buscar evoluir”, frisou o arqueiro.

Ricardo Oliveira foi outro que mostrou descontentamento com o resultado diante do Patrocinense. “Vacilamos pra caramba no segundo tempo, em vez de matar o jogo. A gente cede o empate e é isso aí”, pontuou o atacante alvinegro, que ainda não balançou as redes pelo Galo.

Quarto colocado, com cinco pontos, o Galo buscará reabilitação diante da URT, em Patos de Minas. O jogo está marcado para o próximo domingo (4), às 19h30 (de Brasília).