Joia da base, Bruno Roberto ganha espaço no profissional do Atlético-MG e celebra chance

Jogador recebe conselhos do pai Bruno, ex-lateral do Galo; Bruno Roberto já foi elogiado pela comissão técnica

Joia da base, Bruno Roberto ganha espaço no profissional do Atlético-MG e celebra chance
Contrato do jogador com o Atlético-MG vai até 2019 (Foto: Divulgação/Atlético)

Recém-promovido ao elenco profissional do Atlético-MG, Bruno Roberto despertou os olhares do técnico Oswaldo de Oliveira. O jogador fez sua estreia com a camisa alvinegra na derrota para o Villa Nova, por 1 a 0, mas deixou boa impressão. O meio-campista adota um estilo de jogo mais vertical, mas busca encontrar o equilíbrio entre jogadas individuais e o jogo coletivo. 

"Em casa eu converso muito com meu pai. Ele falou que eu tenho que saber dosar, não posso chegar fazendo demais e não ter fôlego para completar outras jogadas. No jogo contra o Villa Nova eu percebi que estava um pouco mais fechado e arrisquei a jogada individual, mas depende muito de como está sendo o jogo", disse.

O jovem jogador de 17 anos subiu ao time profissional junto de Marco Túlio, Alerrandro e outros jovens da base, mas reitera a boa adaptação com o resto do elenco. "Quando eu cheguei [ao profissional], eu cheguei um pouco tímido. O Luan foi um dos primeiros a falar comigo, ele disse para eu me soltar mais", comentou.

Elogiado por Oswaldo de Oliveira, o jogador tem bom desempenho nos treinamentos. Questionado sobre a possibilidade de iniciar a partida contra a URT, em Patos de Minas, Bruno Roberto passou a decisão para a comissão técnica.

"Eu procuro aproveitar minhas oportunidades como foram nos jogos do Patrocinense e do Villa Nova. Agora, as escolhas eu deixo para o Oswaldo e para a comissão técnica dele", ressaltou.

Amor de pai para filho

Foto: Divulgação/Atlético

Nas categorias de base do Atlético-MG desde 2013, os laços alvinegros de Bruno Roberto com o clube vem desde nascimento. Ex-lateral-direito do Galo, Bruno é pai do garoto e também fez história com a camisa preta e branca. 

Revelado na base, Bruno Heleno Pereira da Silva foi campeão da Copa Conmebol com o Atlético-MG e vice-campeão brasileiro em 1999, um ano antes de Bruno Roberto nascer. O jovem meio-campista comentou da felicidade de seu pai em ver o filho defendendo as mesmas cores em que se consagrou.

"Quando falaram que eu iria apresentar aqui no profissional meu pai ficou muito feliz. Minha mãe falou que ele está muito orgulhoso, assim como a família toda. Eu também estou muito feliz com tudo isso que está acontecendo comigo", indagou.