Roger Bernardo espera ter mais chances no Atlético-MG, mas cogita retorno ao futebol alemão

Volante ainda não atuou com a camisa alvinegra na temporada 2018; contrato do clube com o jogador vai até 2020

Roger Bernardo espera ter mais chances no Atlético-MG, mas cogita retorno ao futebol alemão
Volante vestiu as camisas de Energie Cottbus e Ingolstadt, da Alemanha, antes de chegar ao time mineiro (Foto: Divulgação/Atlético)

Jogador do Atlético-MG há seis meses, Roger Bernardo ainda não atuou com a camisa alvinegra na temporada 2018. No ano passado, o volante participou de apenas 12 partidas pelo Alvinegro. Com pouco espaço no clube, o atleta espera reconquistar seu lugar no time.

“Espero que sim [chegue a hora de jogar]. Quero muito continuar no Atlético, mas se a hora não chegar aqui, pode ser em outro lugar. Futebol muda muito. Quero jogar, quero jogar no Atlético, quero mostrar porque eu vim. Tenho mais dois anos e meio de Atlético", disse.

Com a chegada de Arouca e o bom aproveitamento dos jovens Yago e Gustavo Blanco, o volante ainda não conseguiu sua chance de atuar, assim como Adilson, que passa por situação parecida. Roger Bernardo afirma a vontade de permanecer no clube mineiro, mas já chegou a cogitar em voltar para o futebol alemão.

"Quero muito continuar no Atlético, mas se a hora não chegar aqui, pode ser em outro lugar. Tenho mais dois anos e meio de Atlético. Mas se não for da vontade de outras pessoas, posso sair, ir para outro lugar, até mesmo voltar para a Alemanha", comentou.

Mesmo sem grandes chances no ano, o volante segue trabalhando firme à espera de novas chances na equipe titular. Apesar de não ser escolhido pelo técnico Oswaldo de Oliveira, o jogador prega respeito ao comandante alvinegro. 

“São apenas 12 jogos desde que retornei. Estou treinando bastante, firme, aguardando a oportunidade. Mas respeitando, acima de tudo, as decisões do professor”, ponderou.