Com campeões olímpicos, Atlético-PR e Grêmio duelam pelas oitavas de final da Copa do Brasil

Goleiro Weverton, do Furacão, volante Walace e atacante Luan, ambos do Tricolor, retornam aos seus times após a conquista do ouro olímpico

Com campeões olímpicos, Atlético-PR e Grêmio duelam pelas oitavas de final da Copa do Brasil
Atlético-PR
Grêmio
Atlético-PR: Weverton; Rafael Galhardo (Léo), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Luciano Cabral; Marcos Guilherme, Yago (Juninho) e André Lima.
Grêmio: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Pedro Rocha (Bolaños), Douglas e Éverton; Luan.
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeiro (MG).
INCIDENCIAS: Jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, a ser disputado na Arena da Baixada, em Curitiba.

Nesta quarta-feira (24), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil, Atlético-PR e Grêmio se enfrentam, às 19h30 (horário de Brasília), na Arena da Baixada, em Curitiba. O goleiro Weverton, do Furacão, o volante Walace e o atacante Luan, ambos do Tricolor, retornam aos seus times após a conquista da medalha de ouro inédita nas Olimpíadas Rio 2016.

Por ter terminado em terceiro no Campeonato Brasileiro 2015, o Grêmio não disputou as primeiras fases da Copa do Brasil. Já o Atlético-PR precisou eliminar Brasil de Pelotas, Dom Bosco e Chapecoense para chegar nas oitavas de final.

No histórico de confrontos pela Copa do Brasil, Atlético-PR e Grêmio demostram total equilíbrio. Ao todo, foram somente quatro jogos, com uma vitória para cada e dois empates. Em 2013, o Furacão eliminou o time gaúcho após vencer em casa por 1 a 0 e segurar o empate sem gols no Sul. Na final, o Atlético-PR acabou sendo derrotado pelo Flamengo.

A arbitragem do duelo fica por conta de Ricardo Marques Ribeiro (MG). Ele será auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse, ambos da Federação Paulista de Futebol.

Além de Weverton, Atlético-PR conta com mais dois retornos

Apesar da má fase vivida no Brasileiro, onde o Atlético-PR acumula três derrotas seguidas, o técnico Paulo Autuori tem boas notícias. Além do goleiro Weverton, estão de volta ao time o lateral-direito Léo e o zagueiro Paulo André, ambos recuperados de lesão. A tendência é que Rafael Galhardo e Wanderson deixam o time titular.

''O Grêmio é uma equipe que sempre faz ótimas campanhas na Copa do Brasil e sabe jogar a competição. Não podemos vacilar. Temos que fazer valer nosso mando de campo neste primeiro jogo para abrir uma vantagem no duelo. Tenho certeza que o equilíbrio será grande entre as duas equipes. Serão 180 minutos de um grande confronto entre dois clubes grandes. Vamos lutar muito para passar de fase mais uma vez'', falou o lateral Léo.

Além disso, o atacante Luan, ex-Palmeiras, pode fazer a sua estreia pelo Atlético-PR. Ele teve o nome publicado no Boletim Informativo Diário (BID) na segunda-feira (22), porém, deve começar a partida no banco de reservas. Quem iniciará como titular é o André Lima. Com a ida de Walter ao Goiás, o camisa 99 passa a ser a única esperança de gols do Furacão:

''Sou artilheiro do time na temporada, artilheiro do time no Brasileiro. Graças a Deus, venho mostrando meu valor. O Walter foi embora, o Vinícius não joga mais. Enfim, estava tendo um rodízio, não tinha titular. Uma hora, jogava eu; outra hora, jogava outro. O Walter resolver seguir o caminho dele, ele não estava feliz aqui, então foi buscar a felicidade que ele achava que tinha que buscar. Que ele seja feliz, e a gente continua nosso trabalho aqui'', disse.

Apesar de ter fechado o último treino antes da partida, a tendência é que Autuori escale o Atlético-PR com: Weverton; Rafael Galhardo (Léo), Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otávio, Hernani e Luciano Cabral; Marcos Guilherme, Yago (Juninho) e André Lima.

Retorno da dupla campeã olímpica é comemorado no Grêmio

A falta que Walace e Luan fizeram ao Grêmio foi notória. Desde o jogo contra o Sport, quando a dupla ficou ausente, foram duas vitórias, dois empates e duas derrotas, com 44,44% de aproveitamento. Já com eles em campo, até o jogo com o Figueirense, o Tricolor obteve sete vitórias, dois empates e três derrotas, com rendimento superior a 60%.

Mediante a isso, o goleiro Marcelo Grohe destacou a importância deles na equipe:

''A gente primeiramente fica muito feliz pela conquista que tiveram. São jogadores muito importantes para nós, tiveram um papel muito importante dentro do processo também. Acho que a entrada deles no time tenha mudado a forma da Seleção jogar. Vejo praticamente todo mundo falar disso, da mudança com a entrada do Walace ou Luan, sem desmerecer quem estava jogando. Deram outra situação. Foram importantes na conquista da medalha. Ficamos felizes com o retorno deles. Será um grande acréscimo'', declarou. 

Em contraste com o retorno da dupla, o técnico Roger terá baixas importantes para o confronto contra o Atlético-PR. O zagueiro Wallace Reis, por já ter atuado pelo Flamengo na Copa do Brasil, desfalca o Tricolor e abre brecha para estreia do argentino Kannemann. Também, o volante Maicon tem problemas no tornozelo esquerdo e no joelho direito e sequer viajou com a delegação para Curitiba.

Apesar do mistério feito às vésperas da partida, o técnico Roger Machado deve escalar o Grêmio da seguinte maneira: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Jaílson, Pedro Rocha (Bolaños), Douglas e Éverton; Luan.