Fabiano Soares exalta Atlético-PR mesmo com eliminação na Vila: "Mostramos que somos grandes"

Derrota desta quarta-feira sacramentou eliminação do time paranaense na Copa Libertadores da América

Fabiano Soares exalta Atlético-PR mesmo com eliminação na Vila: "Mostramos que somos grandes"
Técnico chegou e em pouco tempo já deu uma cara nova ao time (Foto: Bruno Baggio / Atlético-PR)

O Atlético-PR é um time valente, isso não se pode negar. Na noite dessa quinta (10), o time paranaense precisava de uma vitória improvável na Vila Belmiro depois da derrota no primeiro jogo em casa por 3x2 e lutou muito, mas acabou sendo derrotado novamente com o gol de Bruno Henrique que decretou a classificação do Santos para as quartas de final da Copa Libertadores da América, onde enfrenta o Barcelona de Guayaquil.

Apesar da derrota, o Furacão jogou bem, dominou o Santos durante todo o jogo mas esbarrou em mais uma grande partida do goleiro Vanderlei. O desempenho do time foi o que alentou o técnico Fabiano Soares, que em entrevista coletiva, destacou o estilo de jogo adotado, mesmo nos jogos fora de casa, coisa que segundo ele, não será abdicada na sequência da temporada.

"O Atlético mostrou que tem uma proposta de jogo bonita. É dificil porque o time cria, cria, cria e não consegue fazer, mas o Atlético tem que jogar assim, em casa ou fora, contra o primeiro ou o último colocado, não vamos renunciar a isso. Levamos o gol num erro pontual que tivemos, mas a equipe está subindo de produção. Demonstramos ao Brasil e a América do Sul que somos grandes.", ressaltou.

Há pouco tempo no comando do time, depois da demissão de Eduardo Baptista, o comandante citou que agora o time precisa pensar no Campeonato Brasileiro, onde ostenta uma sequência positiva de três vitórias, que deixou a equipe na oitava posição com 26 pontos, dois abaixo do G6, que leva os times à pré-Libertadores. O time enfrenta o Bahia no próximo domingo (13), às 19h, na Arena da Baixada.

"A esperança é de fazer um campeonato tranquilo. Estamos jogando domingo e quarta desde que cheguei pra comandar o time e não tivemos tempo. Agora vamos recuperar os jogadores para ter um time titular forte contra o Bahia. Vamos montar uma equipe forte e tentar chegar na libertadores novamente", disse.

Para isso, o técnico destacou que vai ser importante corrigir um problema que ficou nítido na partida da competição sulamericana. Foram 19 finalizações do Atlético contra nove do Santos, mas na hora de colocar a bola para o fundo das redes, o time visitante foi pouco eficiente, perdendo muitas chances.

"A bola até chegou. O problema foi na finalização que não tivemos sorte. Ás vezes a bola entra e em outras não, então esperamos que na partida contra o Bahia no próximo domingo, a bola possa entrar", concluiu.