Atlético-PR marca no fim e vence Botafogo pelo Campeonato Brasileiro Sub-20

Em jogo de lance polêmico, Furacão derrota o Glorioso e sobe na tabela do Grupo E

Atlético-PR marca no fim e vence Botafogo pelo Campeonato Brasileiro Sub-20
Foto: Fabio Wosniak/ CAP
Atlético-PR
1 0
Botafogo
Atlético-PR: Caio; Breno, Daniel, Weverton (Jacy,Min. 34/2ºT) e Renan Lodi; Riuler (Guilherme, Min. 34/2ºT) e Renzo; Marcelo (Vitinho, Min. 14/2ºT ), Alexsander (Demethtyus, Min. 34/2ºT) e Julian (Thiago, Min. 14/2ºT); Murillo (Danilo, Min. 26/2ºT). Técnico: Tiago Nunes.
Botafogo: Diego; Fernando, Kanu, Helerson e Victor Lindenberg; Wenderson; Rickson, Jordan (Caio Alexandre, Min. 38/2ºT), Ezequiel (Amilcar, Min. 25/2ºT ) e Alison (Jonathan, Min. 25/2ºT ); Igor Cássio (Luca, Min. 50/2ºT). Técnico: Eduardo Barroca.
Placar: 1-0, Min. 48/2ºT.
ÁRBITRO: Leonardo Sígari Zanon. Assistentes: Jefferson Cleiton Piva da Silva e Sandra Maria Dawies; trio do PR. Cartões amarelos: Marcelo Riuler e Daniel (CAP); Diego e Kanu (BOT). Cartão vermelho: Daniel.
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELO CAMPEONATO BRASILEIRO SUB-20, SENDO DISPUTADO NA ARENA DA BAIXADA, EM CURITIBA.

Com um gol nos acréscimos, o Atlético-PR derrotou o Botafogo por 1 a 0, na noite desta quinta-feira (24), na Arena da Baixada, em partida válida pelo Campeonato Brasileiro Sub-20. Danilo marcou o tento do triunfo rubro-negro aos 48 minutos do segundo tempo.

Com a vitória, o Furacão chegou aos quatro pontos na tabela e ocupa a segunda colocação do Grupo E, atrás apenas do Coritiba, que tem os mesmos quatro pontos, mas leva vantagem no saldo de gols. Já o Botafogo, com apenas um ponto, é o terceiro colocado. Também com um ponto, o Grêmio completa a chave na quarta posição. 

Tentando embalar no campeonato, o Atlético-PR terá pela frente o clássico diante do Coritiba. O Atletiba será disputado na próxima quarta-feira (30), às 15h, na Arena da Baixada. O Botafogo, por sua vez, recebe o Grêmio, na terça-feira (29), às 21h30, no Estádio Nilton Santos.

Nesta segunda fase do Brasileirão Sub-20, apenas os dois melhores de cada grupo avançam para as semifinais. A equipe vencedora disputará um torneio contra o Atlético-MG (campeão da Copa do Brasil), em confronto que definirá o representante do Brasil na Libertadores Sub-20 de 2018.

Lance polêmico marca a primeira etapa, que termina sem gols

Jogando em casa, o Furacão tomou a iniciativa do jogo, marcando sob pressão e tentando levar perigo à meta alvinegra através de toques rápidos. O Botafogo, porém, mostrava uma boa organização defensiva e conseguia desarticular as jogadas dos donos da casa.

Com maior ímpeto ofensivo, o Atlético construiu a primeira boa oportunidade de gol. Aos 12 minutos, Murilo finalizou da entrada da área. Após o susto, o Botafogo também arriscou. Fernando experimentou de longe, mas o goleiro Caio fez a defesa.

Aos 16’, um lance polêmico marcou a partida. Marcelo recebeu a bola na área, limpou a marcação, tirou do goleiro e acabou derrubado. O árbitro paranaense Leonardo Sígari marcou simulação do jogador atleticano e aplicou o cartão amarelo para o atleta. O lance gerou muitas reclamações por parte dos rubro-negros. Sem outras grandes emoções, o jogo foi encerrado sem gols na primeira etapa.

No apagar das luzes, Atlético vence e respira aliviado

Como os dois times haviam empatado na primeira rodada, voltaram para a etapa final dispostos a conseguirem a vitória. Se no primeiro tempo o Botafogo aguardou as ações do time paranaense para conseguir contra-atacar, na volta do intervalo a postura mudou.

Aos três minutos, Victor Lindenberg  apareceu em boas condições pelo lado esquerdo e fez o cruzamento na cabeça de Rickson, que testou para grande defesa do goleiro Caio. O Atlético respondeu cinco minutos depois em cobrança de falta de Riuler. O forte chute do jogador passou à esquerda do goleiro Diego, levando muito perigo.

Impulsionado pela torcida, o Furacão aumentou o volume de jogo e passou a ameaçar de todas as formas após as mudanças promovidas pelo técnico Tiago Nunes. O time carioca parecia satisfeito com o empate e já não conseguia ameaçar os rubro-negros. Depois de tanta insistência, o Atlético chegou ao gol quando a partida se encaminhava para o empate.

Aos 48 minutos, Danilo aproveitou o bate-rebate na área adversária após cobrança de falta e estufou a rede. No minuto seguinte Daniel recebeu o segundo cartão amarelo e acabou expulso, mas o Furacão confirmou a vitória em casa: 1 a 0

Atlético PR