Valendo vaga na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Atlético-PR enfrenta o Guarani-SP

Após perder invencibilidade na Copinha, Atlético-PR foca em vencer o Guarani para avançar na competição

Valendo vaga na terceira fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior, Atlético-PR enfrenta o Guarani-SP
Jogadores mais experientes fizeram a diferença (Cahuê Miranda/CAP)
Guarani
Atlético-PR
Guarani: Carlão; Wislem, Carlos Augusto, Heitor e Anderson; Matheus Gomes, Pedro Acorsi, Pablo e Léozinho; Serafim e Elias. Técnico: Ângelo Foroni.
Atlético-PR: Juliano; Marcos Vinicius, Jonathan, Victor Emanuel e Marcel; Geovane, Estefano e Vitor Naum; Julian,Thiago e Marcelo. Técnico: Marcão.
ÁRBITRO: Rodrigo Santos (SP), auxiliado por Marlon Spinola (SP) e Helio Antonio Salvia de Sá (SP)
INCIDENCIAS: Partida válida pela segunda fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018, à ser realizada às 16h, no Estádio Cláudio Rodante, em Fernandópolis-SP

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018 chegou na sua fase decisiva, e esse é o momento das definições sobre o que cada equipe vai buscar nessa etapa de mata-mata. Nesta quinta-feira (11), Atlético ParanaenseGuarani-SP vão se enfrentar às 16h, em Fernandópolis , pela segunda fase da competição.

Atlético-PR em busca da classificação

A primeira fase foi de certa forma tranquila para o Atlético-PR, na Copa São Paulo de Futebol Júnior. Tendo vencido os dois primeiros jogos contra Timon-PI e Rio Preto-SP, o time deixou a liderança escapar ao perder para o Votuporanguense, time anfitrião do grupo 2, na última rodada, por 1 a 0. 

A derrota não abalou os planos do técnico Marcão, que elogiou a postura do seu time, principalmente na primeira etapa de jogo. Ele também fez um balanço da primeira fase da competição, em que, segundo ele, o time poderia ter produzido mais, pela qualidade que tem, destacando a oscilação durante as partidas.

“Fizemos um bom primeiro tempo, mas infelizmente não conseguimos fazer o gol. Na segunda etapa, tivemos que fazer algumas substituições, a equipe não conseguiu criar e em um erro nosso eles fizeram o gol”, analisou o treinador. "Foi uma boa participação, mas a gente pode produzir mais. Oscilamos um pouco durante os jogos e isso não pode acontecer nas próximas fases decisivas", afirmou Marcão.

Com foco para se recuperar o mais rápido possível do revés, a expectativa do Furacão é melhorar o desempenho em relação à fase de grupos, onde teve duas vitórias e uma derrota. Para colocar isso na prática, o Atlético Paranaense realizou um treno em Votuporanga. Os atletas que atuaram na maior parte do jogo contra o Votuporanguense realizaram um trabalho de recuperação física, com o comando do preparador Guilherme Neves. 

Caso o técnico do Furacão escolha manter a escalação do último jogo contra a equipe do Votuporanguense, Marcão deve mandar a campo: Juliano; Marcos Vinicius, Jonathan, Victor Emanuel e Marcel; Geovane, Estefano e Vitor Naum; Julian,Thiago e Marcelo.

Falta de gols preocupa Guarani

Do lado lado alviverde, o Guarani chega com moral para disputa, terminando na primeira colocação do seu grupo com uma vitória sobre o Fernandópolis e dois empates, contra Criciúma e Madureira-RJ. O empate sem gols contra a equipe carioca mostrou qual foi o principal problema do Bugre na primeira fase: a falta de gols, já que contra os catarinenses, esse resultado já tinha acontecido.

Apesar disso, a equipe do Guarani não deve mudar sua base, indo a campo com: Carlão; Wislem, Carlos Augusto, Heitor e Anderson; Matheus Gomes, Pedro Acorsi, Pablo e Léozinho; Serafim e Elias.