Avaí fica no empate em casa com Bragantino e é eliminado da Copa do Brasil

Resultado de 1 a 1 garante time de Bragança, que venceu ida por 1 a 0, para enfrentar Botafogo ou Juazeirense-BA na terceira fase

Avaí fica no empate em casa com Bragantino e é eliminado da Copa do Brasil
(Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)
Avaí
1 1
Bragantino
Avaí: Renan; Alemão, André Santos, Gabriel, Vitor Costa; Lucas de Sá (Rômulo), Jajá, Vinícius Pacheco; Tauã, Tatá (Lucas Fernandes), William. Técnico: Silas
Bragantino: Felipe; Alemão, Douglas Silva, Eder Lima, Bruno Pacheco; Serginho, Edson Sitta, Erick, Zambi (Renan); Eliandro (Renan Diniz), Élder Santana (Thiago Santos). Técnico: Léo Condé
Placar: 0-1, min. 6/2ºt, Zambi. 1-1, min. 14/2ºt, Tauã
ÁRBITRO: Leonardo Garcia Cavaleiro, auxiliado por Dibert Pedrosa Moisés e João Luiz Coelho de Albuquerque, todos do RJ. Amarelos: Lucas de Sá, Tauã (AVA); Bruno Pacheco, Zambi, Edson Sitta, Serginho (BRA)
INCIDENCIAS: Jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil 2016, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, SC. Público: 5.343 torcedores; Renda: R$ 50.985,00

Diante de seu torcedor e com novos reforços, o Avaí não conseguiu reverter a vantagem conquistada pelo Bragantino na partida de ida e foi eliminado do Copa do Brasil. Zambi abriu o placar para o Braga aos seis do segundo tempo e Tauã fechou o placar em 1 a 1 aos 14. Agora, o time paulista enfrenta Botafogo ou Juazeirense-BA na terceira fase.

Agora os times focam na estreia da Série B. O Avaí joga no sábado (14) em Salvador contra o Bahia, às 21h. Na sexta-feira (13), o Bragantino abre a competição às 19h15 contra o Vila Nova, em Goiânia.

Bragantino corre poucos riscos na primeira etapa

O primeiro tempo foi de poucas chances na Ressacada. O Bragantino conseguiu manter a posse de bola em vários momentos no campo de defesa, mas o Avaí teve as principais - apesar de não muitas - chances. Aos 3, Vinícius Pacheco, que fez seu primeiro jogo com a camisa do Leão, lançou William dentro da área, mas o centro-avante bateu muito forte e mandou por cima. Oito minutos depois, foi a vez de Vinícius Pacheco arriscar de fora da área, mas a bola rasteira passou à esquerda.

A única oportunidade do Braga na primeira etapa foi aos 27. Após bola lançada na área, o Eliandro, também estreante, tentou de bicicleta, mas mandou por cima. O time paulista conseguiu controlar grande parte do jogo e os mandantes tinham dificuldade para chegar. Só foi assustar novamento aos 41. Tauã tabelou com Vinícius Pacheco e da entrada da área arriscou de pé esquerdo, mas a bola foi por cima.

Leão pressiona, mas é eliminado diante de sua torcida

Precisando de pelo menos um gol para levar pelo menos para os pênaltis, o Avaí se lançou para o ataque na segunda etapa, mas, logo aos seis minutos, sofreu um baque. Em jogada polêmica de contra-ataque, Eliandro, em impedimento, correu na direção da bola, mas não tocou, e Alemão avançou pela direita e cruzou na segunda trave para Zambi, que bateu para o gol. Renan tentou tirar, mas foi com a bola para dentro do gol.

A partir daí, o Avaí passou a pressionar ainda mais, enquanto o Bragantino se defendia. Aos 14, Lucas de Sá bateu falta na segunda trave e Tauã tocou para empatar o jogo na Ressacada. Os mandantes, empurrados pela torcida, buscavam espaço, já que precisavam de dois gols, mas a defesa do Bragantino conseguia segurar.

Aos 29, Tauã fez jogada individual pela esquerda e arriscou de fora da área, mas mandou por cima. Seis minutos depois, o Avaí perdeu a grande chance para voltar realmente para a disputa. Rômulo invadiu a área pelo meio com espaço após roubada de bola no campo de ataque, mas foi travado. No rebote, William ficou livre, mas bateu de primeira à direita do gol.

Logo na sequência foi a vez do Bragantino desperdiçar chance incrível. Em contra-ataque, Thiago Santos ficou cara a cara com Renan, mas mandou chute rasteiro para fora. Aos 39, Jajá bateu falta frontal a área com perigo, mas Felipe salvou. Nos minutos finais, o Avaí tentou pressionar, mas não conseguiu superar a defesa dos paulistas e saiu de campo eliminado da Copa do Brasil.