Avaí tenta ampliar invencibilidade diante do Oeste em confronto que nunca teve vencedor

Em quatro confrontos entre as equipes, foram quatro empates; equipes estão empatadas na tabela, com 19 pontos

Avaí tenta ampliar invencibilidade diante do Oeste em confronto que nunca teve vencedor
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC
Avaí
Oeste
Avaí: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Célio Santos, Capa; Luan, Jajá, Renato, Diego Jardel; Rômulo, Lucas Coelho. Técnico: Silas
Oeste: Felipe Alves; Mateus Vargas, Bruno Silva, Danielzinho; André Castro, Léo Artur, João Pedro, Velicka; Ricardo Bueno, Crysan, Marcus Vinícius. Técnico: Fernando Diniz.
ÁRBITRO: Emerson de Almeida Ferreira, que será auxiliado por Marcus Vinicius Gomes e Sidmar dos Santos Meurer, todos de MG
INCIDENCIAS: 16ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio da Ressacada, em Florianópolis, SC; a partida começa às 19h15

Empatados na tabela, mas em momentos diferentes, Avaí e Oeste se enfrentam na Ressacada buscando sair da parte de baixo da tabela da Série B. Com 19 pontos, as equipes ocupam a 14ª e 15ª colocação, com cinco pontos de vantagem para a zona de rebaixamento. Quem vencer pode subir até para o 9º lugar.

Na história, as equipes se enfrentaram quatro vezes e empataram todas. A última delas foi na Série B 2014, na Ressacada, onde Avaí e Oeste empataram em 0 a 0. A outra partida em Florianópolis, em 2013, foi 2 a 2. Jogando na casa do Rubrão, 1 a 1 em 2013 e 0 a 0 no ano seguinte.

Novamente desfalcado, Avaí está atento ao estilo de jogo do rival

A cinco jogos sem derrota, o Avaí não entra em campo a 10 dias. O último jogo do Leão da Ilha foi no dia 5 de julho, em Curitiba, quando empatou com o Paraná por 0 a 0. Nessa sequência, o time catarinense conseguiu duas vitórias e três empates e, uma nova vitória em casa, pode alçar o time para mais longe da zona de rebaixamento e aproximar do G-4.

Apesar do bom tempo para descansar e treinar, o técnico Silas ganhou novo desfalque durante a semana. O atacante William, suspenso está fora. O seu substituto seria Lucas Fernandes, mas o jogador está acertando sua transferência para o Atlético-PR. Assim, Lucas Coelho deve ganhar a vaga no time titular. O meia Marquinhos, que poderia voltar aos gramados após nove meses, ainda não estará à disposição. Os meio-campistas Lucas de Sá e Braga e o lateral-esquerdo João Paulo estão fora por contusão. Recuperados de lesão, o volante Rafinha e o atacante Romarinho podem ser novamente utilizados.

O técnico Silas não confirmou a escalação, apesar dos treinamentos da semana apontarem para um time provável. Isso pra tentar confundir o técnico Fernando Diniz.

"Vai ser brigado do começo ao fim. Não está fechado 100% que vai ser isso. Até porque não vai ter treino, então não vão saber se vai ou não ser (risos), e também para não dar de bandeja para o Fernando Diniz o que vai ser o time. Mas tem a ver com elevar altura do time, bola parada... a experiência também, o progresso e opções para mudar", disse.

Sabendo dos predicados do Oeste - time que tem mais posse de bola e que mais troca passes na Série B -, o meia Diego Jardel espera uma postura inteligente do Avaí para vencer mais uma partida em casa.

"O torcedor que vier aqui tem que estar ciente de que vai ser difícil, um time que trabalha bastante a bola. Temos que pressionar e não deixar eles trocarem muitos passes. Quanto mais a gente conseguir diminuir, melhor. E temos que jogar, fazer eles correrem atrás", analisou.

Oeste quer regularidade nos resultados

Sob o comando de Fernando Diniz e com alguns jogadores que estavam no Audax na campanha do Campeonato Paulista, o Oeste não consegue manter uma regularidade no campeonato. O time mantém as características do técnico: posse de bola e muitos passes - o time lidera o ranking nas duas estatísticas com grande vantagem. Mas, nas últimas cinco rodadas, o time alternou vitórias e derrotas. Na última partida, derrota em casa para o Bragantino por 3 a 1.

Quem volta a estar disponível após se recuperar de lesão é o meia atacante Mazinho, ex-Palmeiras. O jogador espera voltar a ajudar o time para buscar a vitória em Floripa.

"Estou voltando, espero fazer um bom jogo com o grupo. Estamos um pouco longe do G-4 e próximos a zona de rebaixamento, precisamos chegar bem concentrados pra buscar os três pontos e se aproximar do grupo de acesso. Fiquei sete dias parado, mas estou bem, espero fazer um bom jogo", disse.

Por outro lado, Fernando Diniz perdeu o atacante Maurinho, que foi vetado pelo Departamento Médico e deve ser a única mudança em relação a derrota para o Bragantino. Seu substituto deve ser Marcus Vinícius.