Silas avalia empate como justo e explica alteração no primeiro tempo: "Fui um burro com sorte"

Treinador do Avaí colocou Tatá na vaga de Alemão aos 30 do primeiro tempo e atacante marcou gol da igualdade em 1 a 1 com o Oeste

Silas avalia empate como justo e explica alteração no primeiro tempo: "Fui um burro com sorte"
Treinador disse que a sorte poderia pender à qualquer lado (Foto: Jamira Furlani/Avaí FC)

Diante do torcedor, o Avaí ampliou sua sequência invicta para seis jogos, mas ficou apenas no empate em 1 a 1 com o Oeste. Renan Mota fez o gol do Rubrão e Tatá, instantes após sair do banco, empatou ainda no primeiro tempo. Esse foi o quinto jogo entre as equipes na história da Série B, e o quinto empate. Com 20 pontos, o Leão permanece na 13ª colocação

O técnico Silas achou o resultado justo e destacou que as duas equipes poderiam ter vencido se aproveitassem as chances criadas. "Primeiro lugar acho que até o empate foi um resultado justo, pelo que os dois times apresentaram, eles tiveram no fim do jogo uma bola de cabeça, não sei quem cabeceou, mas foi para fora. Nós tivemos a do Romulo, que falei pra ele: 'Se acreditasse um pouco mais, entraria no gol sem goleiro'. O jogo ficou muito indefinido, depois deu a chuva, se saísse gol seria para quem tivesse um pouco mais de sorte", avaliou.

Silas elogiou a partida do atacante Lucas Coelho, atacante que substituiu o titular William e agradou ao treinador e a torcida. "Por outro lado estou muito contente com atuação do Lucas Coelho, é um bom jogador, precisava de tempo para trabalhar, hoje o próprio torcedor reconheceu isso, a gente fica feliz por isso. Ele mesmo pediu pra sair, estava cansado. Acho que o desgaste não foi só físico, mas emocional".

Ainda no primeiro tempo, Silas trocou o lateral Alemão pelo atacante Tatá, e foi contestado pela torcida. Poucos instantes depois, o atacante marcou o gol de empate. O treinador foi bem-humorado ao analisar a substituição.

"Entrou e já fez o gol. Não deu tempo de eu ser xingado, já fiquei aliviado. Como diz o Levir (Culpi, técnico do Fluminense), fui um burro com sorte. Já falamos com o Alemão, é excelente menino. Olha, tudo certo ficar chateado, mas não saiu porque estava jogando mal. A gente precisava mudar, então ele é de boa, está tranquilo", explicou.

Na próxima rodada, o Avaí visita a Arena Pernambuco para enfrentar o Náutico, na sexta-feira (22), às 21h30.