Avaí aproveita expulsão e falhas da defesa, vence CRB de virada e cola no grupo de acesso

Leão chega a cinco jogos de invencibilidade e fica momentaneamente a dois pontos do Galo, que está em quarto lugar, mas pode perder vaga no G-4 até o fim da rodada

Avaí aproveita expulsão e falhas da defesa, vence CRB de virada e cola no grupo de acesso
Foto: Gilvan Moreira/Especial à Vavel Brasil
CRB
1 2
Avaí
CRB: Juliano; Marcos Martins (Assisinho, min. 35/2ºt), Flávio Boaventura, Diego Jussani, Pery; Olívio, Matheus Galdezani, Diego, Gérson Magrão; Roger Gaúcho (Bocão, min. 17/2ºt), Neto Baiano (Zé Carlos, min. 29/2ºt). Técnico: Mazola Júnior.
Avaí: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão, Capa; Luan (Jajá, min. 11/2ºt), João Filipe (Luiz Gustavo, min. 35/2ºt), Renato, Diego Jardel (Tatá, min. 23/2ºt); Rômulo, Lucas Coelho. Técnico: Claudinei Oliveira
Placar: 1-0, min. 6/1ºt, Neto Baiano. 1-1, min. 43/1ºt, Renato. 1-2, min. 32/2ºt, Lucas Coelho
ÁRBITRO: Luis Teixeira Rocha, auxiliado por Antonio João do Prado Lima Albornoz e Leirson Peng Martins, todos do RS. Amarelos: Olívio, Pery (CRB); Rômulo, Alemão, Luiz Gustavo (AVA). Vermelho: Pery (CRB)
INCIDENCIAS: 25ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, AL

Pela segunda vez consecutiva, o CRB, jogando em casa, foi derrotado de virada por 2 a 1, dessa vez para o Avaí, e perdeu a chance de se consolidar no G-4 da Série B. Neto Baiano abriu o placar para os mandantes, mas Renato, de falta, e Lucas Coelho fizeram os gols da virada. 

Com 38 pontos, o CRB é o 4º lugar, mas pode ser ultrapassado pelo Ceará. Já o Avaí, que chegou ao quinto jogo sem derrota, subiu para 36 e ocupa a 9ª colocação. Os dois times voltam a campo no próximo sábado (17), às 16h. O Galo visita o Sampaio Corrêa, enquanto o Leão volta a jogar em casa, diante do Bragantino.

CRB larga na frente, mas leva empate logo após expulsão

Precisando da vitória após vir de derrota de virada em casa, o CRB partiu para cima nos minutos iniciais. Aos 4, Neto Baiano recebeu na entrada da área com espaço e bateu cruzado de pé direito, mas a bola passou sem perigo à direita. Dois minutos depois, após cobrança de escanteio de Marcos, Neto Baiano aproveitou desatenção da defesa e de carrinho, tocou na pequena área para abrir o placar em Maceió.

A partir do gol, o CRB deu mais espaços e o Avaí passou a criar chances. Aos 12, Renato cruzou da direita, Marcos cortou mal e, no rebote, Rômulo bateu colocado e mandou chute colocado, mas à esquerda do gol. Quatro minutos depois, após subida pela direita de Renato, Rômulo devolveu e Alemão bateu forte de fora da área, mas mandou por cima. Aos 21, Rômulo arrancou pelo lado esquerdo, deixou Olívio no chão, arriscou chute de fora da área e a bola passou muito perto da trave de Juliano.

O CRB conseguiu se equilibrar após um momento de certa pressão do Avaí e,  apesar de não criar muitas chances por um período, evitou as chegadas do Leão até os 37, quando Renato recebeu de Diego Jardel pela direita, passou por Pery e cruzou para Lucas Coelho, que bateu de primeira, mas Flávio Boaventura se lançou para bola para evitar que a bola chegasse ao gol. Aos 40, Marcos recebeu de Roger Gaúcho, cruzou fechado e a bola ganhou a direção do gol, mas Renan se esticou e salvou os catarinenses.

Já aos 42, Renato recebeu lançamento pela direita, ia partindo para dentro da área, mas foi derrubado pelo lateral Pery, que tomou o segundo cartão amarelo e deixou o CRB com um a menos. Na cobrança, Diego Jardel passou da bola, enganou o goleiro Juliano e Renato, com gol aberto, mandou para a rede e empatou no Rei Pelé.

CRB cria mais, porém falha na defesa e leva nova virada

Mesmo com um a menos, o CRB tentou tomar o controle do jogo no segundo tempo, enquanto o Avaí tentou aproveitar os espaços dados pelos mandantes para contra-atacar. Logo aos 3, após tabela com Neto Baiano, Marcos cruzou para a área, a zaga do Avaí afastou parcialmente e sobrou para Gerson Magrão, que bateu de primeira, mas mandou por cima. Cinco minutos depois, em falta cobrada rápida, Marcos levantou para a área e Neto Baiano tocou de cabeça, com perigo por cima do gol.

Aos 10, após roubada no meio campo, Gerson Magrão arrancou e abriu na esquerda para Neto Baiano, que bateu forte, mas mandou à direita do gol. A entrada de Jajá na vaga de Luan deu mais consistência ao meio-campo dos visitantes, que conseguiram diminuir a pressão rival e ficar mais com a bola. Apesar disso, o Avaí só foi assustar aos 19. Na saída errada de Juliano, Rômulo partiu para cima da defesa, e bateu de fora da área de pé direito, mas em cima do goleiro, que não teve dificuldades para segurar.

Apesar de ter mais posse de bola, o CRB tinha dificuldades para articular jogadas, até pela pressão de bucar a vitória, mas tinha na bola parada uma arma. Aos 21, em mais uma cobrança de escanteio de Marcos, Flávio Boaventura subiu mais alto que a defesa e, de cabeça, mandou com muito perigo à direita do gol.

Mesmo sem criar muito, o Avaí aproveitou a falha do CRB que tanto buscou no segundo tempo. Aos 33, no recuo errado de Marcos, Lucas Coelho foi mais rápido, antecipou a defesa e tocou por baixo do goleiro para virar o jogo em Maceió.

O técnico Mazola Júnior até tentou mandar o CRB para o ataque com as alterações, mas elas não foram suficientes. Aos 46, após cruzamento de Diego, Zé Carlos girou para cima da defesa e bateu, com desvio, por cima do gol a última chance dos mandantes no jogo, que perderam novamente de virada em casa e tem sua posição no G-4 altamente ameaçada.