Embalado por quatro vitórias seguidas, Avaí enfrenta irregular Paysandu

Agora integrante do G-4, Leão da Ilha busca se manter no grupo de acesso; Papão quer se afastar de um possível incômodo com a zona de rebaixamento

Embalado por quatro vitórias seguidas, Avaí enfrenta irregular Paysandu
Foto: Fernando Torres/Paysandu
Avaí
Paysandu
Avaí: Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Gabriel; Luan, Caio César, Renato e Marquinhos; Romulo e Lucas Coelho. Técnico: Claudinei Oliveira.
Paysandu: Emerson; Roniery, Fernando Domingues, Gilvan e João Lucas; Rodrigo Andrade, Jhonnatan, Rafael Costa, Tiago Luís; Jobinho, Leandro Cearense. Técnico: Dado Cavalcanti.
ÁRBITRO: Alisson Sidnei Furtado (TO), auxiliado por Natal da Silva Ramos Júnior (TO) e Fernando Gomes da Silva (TO).
INCIDENCIAS: Partida válida pela 28ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, a ser realizada no estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC.

A sexta-feira (30) reserva mais emoções para a já movimentada Série B do Campeonato Brasileiro 2016. A partir das 21h30, no estádio da Ressacada, em Florianópolis/SC, Avaí e Paysandu se enfrentam pela 28ª rodada. Um Avaí em estado de graça, embalado por quatro vitórias seguidas, encara o Paysandu, oscilante e vendo um príncipio de ameaça vinda da zona de rebaixamento.

Em quarto lugar, com 42 pontos, o Leão da Ilha não sabe o que é perder desde a 20ª rodada, quando foi derrotado em casa pelo Bahia por 3 a 0. A partir dali, o carro avaiano engrenou ladeira acima, saindo do meio tabela em direção à briga pelo acesso para a primeira divisão. Empatado com o quinto colocado, Londrina, o triunfo pode fazer os catarinenses subirem mais um degrau.

Irregular na segundona, o Papão da Curuzu está em 14º lugar, com 35 pontos. Ainda que a distância para o primeiro time dentro da zona de rebaixamento, Bragantino, seja de certo modo, confortável (oito pontos), precaução não faz mal para ninguém. A vitória fora de casa diante do Joinville na última rodada pode servir de inspiração, uma vez que os ares de Floripa parecem ter feito bem ao bicolor.

Quanto mais alto, melhor

Conseguindo encaixar uma grande campanha em momento decisivo, o Avaí vai, de vento em popa, se candidatando à subir para a Série A do Brasileiro. Para que isso aconteça, é necessário manter o embalo e, dentro de casa, que promete estar cheia nesta noite, a missão é superar o Paysandu. Com apenas um desfalque, Capa, suspenso, Claudinei Oliveira tem força máxima à sua disposição.

Sobre o bom momento, o comandante afirma estar bem melhor do que 40 dias atrás, quando assumiu. Os resultados obtidos reiteram o pensamento do chefe. “Assim que chegamos aqui, me perguntaram sobre o desafio de estar assumindo o Avaí naquele momento e eu sempre disse que encarava como uma oportunidade. Eu acho hoje, após 40 dias depois da minha chegada, as coisas mostram que tomei a decisão certa. Todos me receberam muito bem e está tudo melhor do que quando cheguei”, declarou.

Para este jogo, são 22 os atletas relacionados:

Goleiros: Kozlinski e Renan;

Zagueiros: Betão, Fabio Sanches e Gabriel;

Laterais: Alemão, Gustavo e Luiz Gustavo;

Volantes: Braga, Caio César, João Filipe, Judson e Luan;

Meias: Diego Jardel, Marquinhos e Renato;

Atacantes: Lucas Coelho, Romarinho, Romulo, Tatá, Toshi e Vitor.

Ganha, perde, ganha, empata, perde, ganha... irregular, campanha do Papão flerta com o drama

Tem tanto vai e vem na campanha do Paysandu nesta Série B que chamar de "campanha ioiô" é o mínimo. São oito vitórias, 11 empates e oito derrotas. Um equilíbrio desequilibrado. Dos últimos 15 pontos disputados, o Papão obteve sete. Um 14º lugar que não preocupa na pontuação, mas causa receio devido ao desempenho da equipe. Para escalar o time titular, Dado Cavalcanti tem um desfalque relevante. O volante Ricardo Capanema sentiu um desconforto na região lombar e foi vetado pelo departamento médico.

Também estão fora da partida o meia Cleyton, o atacante Alexsandro e o volante Ilaílson. Sem a definição dos 11 principais, Rodrigo Andrade, volante que agradou o treinador na partida diante do Bragantino, deve ganhar mais uma oportunidade.

Diante do Avaí, a prudência será fundamental ao Paysandu. São sete os atletas pendurados: o goleiro Emerson; os zagueiros Fernando Lombardi, Gilvan e Domingues, o lateral-direito Roniery, o volante Jhonnatan e o atacante Mailson. Todos correm risco de ficar fora diante do Vasco da Gama, caso sejam amarelados.

Dado relacionou 19 jogadores para encarar o Leão:

Goleiros: Emerson e Marcão;

Zagueiros: Domingues, Fernando Lombardi, Gilvan e Gualberto; 

Laterais: João Lucas e Roniery;

Volantes: Augusto Recife, Jhonnatan, Lucas e Rodrigo Andrade;

Meias: Celsinho, Rafael Costa e Tiago Luís;

Atacantes: Jobinho, Leandro Cearense, Mailson e Rivaldinho.