Atletas reconhecem atuação fraca do Avaí em derrota, mas Betão minimiza: "Foco não muda"

Defensores reconheceram jogo ruim diante do líder Atlético-GO, mas goleiro Renan também acredita que grupo deve manter-se de cabeça erguida na Série B

Atletas reconhecem atuação fraca do Avaí em derrota, mas Betão minimiza: "Foco não muda"
Zagueiro reconheceu atuação fraca da equipe do Avaí (Foto: Jamira Furlani / Avaí FC)

A série invicta do Avaí com o técnico Claudinei Oliveira acabou em uma derrota para o Atlético-GO após nove jogos sem perder na Série B do Campeonato Brasileiro. O Avaí também não sofria gols há quatro jogos, mas acabou levando de uma maneira mais pesada. Com pênalti inexistente, foi Junior Viçosa quem abriu o placar. O mesmo atacante, que vive grande fase no Dragão, marcou o terceiro, que selou o placar em 3 a 0.

O Avaí sentiu as ausências do zagueiro Fabio Sanches, de João Filipe e do meia Marquinhos, determinando mudanças mais drásticas na formação dos atletas de linha. O primeiro a falar na saída de campo foi o meio-campista Luan. Ele comentou rapidamente a derrota para o líder em Goiânia: "Tem dia que as coisas não dão certo. Infelizmente, hoje a equipe não conseguiu jogar o que vinha jogando".

O experiente defensor Betão assumiu a braçadeira nessa fase positiva do Avaí e comentou que o revés não muda as pretensões e a construção do time de Florianópolis no Campeonato Brasileiro: "Foi uma partida totalmente abaixo do que vínhamos fazendo. A gente não esperava, não estava em nossos planos. Mesmo com a derrota, o foco não muda. Uma hora viria, a gente sabia disso. Foi um jogo atípico, estávamos abaixo tecnicamente e em intensidade. Mas a derrota não joga fora o que nós temos feito."

Das palavras do capitão, o goleiro Renan manteve a linha de pensamento: "Fomos muito abaixo. A gente sabia que em algum momento iria perder. Não tem que inventar desculpa, mas é refletir. Agora a gente espera continuar focado, de cabeça erguida, porque ainda faltam oito jogos. Sinceramente, em outros momentos tivemos desfalques e ganhamos, mas hoje não foi possível. É voltar a ganhar em casa agora", disse o arqueiro avaiano.

Os catarinenses ficam com 48 pontos, na 4ª colocação do certame, mas depende do resultado do Londrina para se manter G-4. O próximo jogo do Avaí é sábado que vem, contra o Tupi, no estádio da Ressacada. A direção do Leão da Ilha pretende cumprir o jogo na sexta-feira à noite ou na tarde de sábado e aguarda a decisão da Confederação Brasileira de Futebol.