Avaí vence Paraná com golaço de Renato em Ressacada lotada e permanece no G-4

Leão da Ilha confirma mais um triunfo em casa e se mantém na terceira posição da Série B do Campeonato Brasileiro

Avaí vence Paraná com golaço de Renato em Ressacada lotada e permanece no G-4
Vitória avaiana importante na luta pelo acesso (Foto: Fernando Remor/MafaldaPress/Avaí FC)
Avaí
1 0
Paraná
Avaí : Renan; Alemão, Fábio Sanches, Betão e Capa; Judson, João Filipe, Renato, Diego Jardel e Marquinhos (Caio César); Rômulo (Tatá).
Paraná: Marcos; Leandro, Pitty, João Paulo e Rafael Carioca; Uchôa, Wellington Reis (Paulinho), Diego Tavares e Murilo; Guilherme Queiroz e Lúcio Flávio.
Placar: 1-0, min. 7'/2º, Renato.
ÁRBITRO: Luiz César de Oliveira (CE). Cartões amarelos: Avaí: Renato, Capa e Diego Jardel. Paraná: Pitty, Leandro Silva e Lúcio Flávio. Cartão vermelho: Leandro Silva.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 34ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2016, disputada no estádio da Ressacada, em Florianópolis. Público total de 11.502 torcedores.

Com casa cheia, o Avaí recebeu o Paraná Clube e não desperdiçou a chance de voltar ao G-4. Com um golaço de bicicleta anotado por Renato, em cruzamento de Diego Jardel, o Leão da Ilha venceu o jogo e reassumiu o terceiro lugar na tabela, com 58 pontos na Série B do Campeonato Brasileiro.

O Avaí chega na mesma pontuação do Vasco da Gama, que voltou a tropeçar fora de casa na rodada. Com isso, o Avaí está mais perto do acesso à Série A do Brasileirão. Com o técnico Claudinei Oliveira, são agora 10 vitórias, dois empates e uma derrota, configurando uma das melhores campanhas do certame.

Já o Paraná Clube estaciona nos 39 pontos, seis acima da zona de rebaixamento. Por faltarem ainda quatro rodadas por jogar, o Tricolor ainda não isolou o risco de queda e precisa reagir. Na 35ª rodada, o Paraná joga também fora de casa, contra o Paysandu. Enquanto isso, na terça-feira (8), às 19h15, o Avaí encara o Oeste, outro clube ameaçado de rebaixamento.

Paraná começa melhor, Avaí reage, mas 0 a 0 persiste

A Ressacada recebeu um grande público, no total de 11.502 torcedores, com direito a mosaico posicionado pelos mesmos. Em azul e branco, o clima era de empolgação ao apito inicial. De um lado, o Avaí na luta pelo acesso, pelas primeiras colocações na tabela e, do outro lado, o Paraná para exorcizar qualquer risco de rebaixamento, no meio da tabela.

Na primeira chegada paranaense, Lúcio Flavio cruzou por baixo, Guilherme Queiroz não chegou no tempo e o defensor Capa colocou para escanteio. A tentativa não foi aproveitada na sequência. O Paraná buscava acionar as jogadas pelos lados de campo e o Avaí demonstrou nervosismo no início.

Logo, Capa já figurava no setor ofensivo, carregando o Avaí pelo corredor esquerdo, mas sem sucesso nas bolas cruzadas na área. Pelo meio, Diego Jardel tentou chute colocado, mas mandou por cima, aos 9 minutos.

Chegou o Paraná aos 12': cruzamento da esquerda de Rafael Carioca e o definidor Lúcio Flávio, detentor de 16 gols no ano, cabeceou para fora, à direita da meta. Em novo cruzamento da esquerda, o goleiro Renan foi para bola de maneira esquisita e só segurou no segundo lance, quando sentiu a perna, em dividida com seu defensor Betão. Ele foi atendido e voltou a campo. Outro lance com Renan surgiu aos 26 minutos, quando errou passe e quase entregou para Guilherme Queiroz.

O Avaí levantou a torcida aos 27 minutos. Rômulo aproveitou espaço pelo meio, chutou forte e o goleiro Marcos espalmou para escanteio. Com essa chegada, os avaianos introduziram-se no campo ofensivo nos minutos seguintes. Essa pequena pressão não surtia efeito e o calor fazia o ritmo baixar no fim da etapa inicial.

Na bola parada, Marquinhos cobrou falta direto e a bola passou à esquerda. O árbitro ignorou um desvio na barreira e marcou tiro de meta. Marcos fez duas grandes defesas, primeiro na cabeçada de Fábio Sanches e depois em chute de fora da área de Diego Jardel, ambas espalmadas. Com mais chances avaianas, o jogo foi para o intervalo no 0 a 0.

Renato marca lindo gol e Avaí confirma vitória na luta do acesso

O Avaí voltou em cima, em busca da tão importante vitória em casa na luta pelo acesso. Após rondar a área, Diego Jardel cruzou da direita e Renato encaixou uma bicicleta para passar pelo goleiro Marcos: 1 a 0, aos 7 minutos! Finalização precisa, em grande acrobacia e tento para acordar de vez a casa do Leão da Ilha. Renato comemorou em um escudo de concreto do Avaí no estádio da Ressacada, reinaugurado nesta oportunidade.

O Paraná, que havia segurado os ímpetos no primeiro tempo, sofreu seu 40º na Série B. Mais à vontade no jogo, o desafio do Avaí era controlar a ansiedade e buscar o equilíbrio das ações: nem exposto e nem recuado. O tricolor visitante colocou Paulinho no lugar de Wellington Reis.

Para atrapalhar a missão paranaense, Leandro Silva cometeu falta, o árbitro foi rigoroso e expulsou o jogador. Após as reclamações, a bola seguiu com nova jogada do inspirado Capa na lateral-esquerda, ele deu dois dribles, cruzou com precisão e Diego Jardel finalizou de primeira para grande defesa do experiente Marcos.

Aos 28 minutos, Marquinhos, o camisa 10 avaiano, deixou o campo aplaudido e Caio César ingressou. As chances se reduziram com a queda do ritmo de jogo. Capa cruzou mais uma para área e Rômulo finalizou para fora. Foram quatro minutos de acréscimos até o apito final para mais três pontos na conta avaiana. Com o triunfo, agora são 13 vitórias do Avaí em 17 jogos no estádio da Ressacada. A dificuldade era vencer fora, mas como mandante, o Leão da Ilha segue firme.