Claudinei Oliveira dispara contra arbitragem: "Há erros recorrentes contra o Avaí"

Técnico do Leão reclamou de decisões contra sua equipe desde o começo do campeonato e da penalidade a favor do Cruzeiro após empate em 2 a 2, no Mineirão

Claudinei Oliveira dispara contra arbitragem: "Há erros recorrentes contra o Avaí"
Foto: Divulgação/Avaí FC

O Avaí ficou no empate em 2 a 2 contra o Cruzeiro na noite desta quarta-feira (15). O técnico Claudinei Oliveira, que busca fazer com que sua equipe escape do rebaixamento, após a partida reclamou da arbitragem, alegando que, além do pênalti marcado a favor do Cruzeiro, outros erros prejudicaram o grupo.

O pênalti não aconteceu, de onde eu estava vi que não foi. A gente lamenta, há erros recorrentes contra o Avaí desde a primeira rodada. Está na hora de pegar e botar tudo isso num DVD e entregar nas mãos de vocês da imprensa, colocar no site do clube... A gente luta num campeonato desigual financeiramente, procurando fazer nosso melhor. Não acredito que o Vuaden não tenha visto que não foi pênalti. Ele é um arbitro muito conceituado e da distância que estava não poderia ter errado. Lamentamos ter que estar falando de arbitragem”, disse.

Além do pênalti, o comandante também colocou em dúvida o lance que originou o primeiro gol do adversário. Para ele, a jogada precisa ser analisada.

No lance do primeiro gol o Vuaden tinha apontado tiro de meta e depois o Cruzeiro vai e bate escanteio. Também tem que ver se a bola não bateu na mão do Thiago Neves, porque pra você dominar a bola não vale esse negócio que a mão está grudada no corpo, isso é quando você está se defendendo, para dominar estando grudada ou não, você está ampliando a área de contato, não vou falar mais especificamente porque não vi bem. A gente lamenta, pois estamos lutando com nossas armas contra gigantes. Vamos brigar para vencer os próximos jogos e sair dessa situação”, afirmou.

Claudinei falou ainda sobre a tática da equipe em campo. Foi perguntado a ele se faltaram opções, já que o time recuou após sair na frente do placar.

Recuamos porque o Cruzeiro é uma equipe de qualidade, se voce adiantar o time e ficar exposto ganhando o jogo, desculpa, mas é burrice. Procuramos nos defender e fazer a transição, o que no primeiro tempo deu certo. Não faltou ambição, tivemos boas escapadas para definir, mas não deu. Fomos prejudicados pela arbitragem, numa sucessão de erros. A equipe lutou até o final, destacou.

Ele foi questionado ainda sobre a postura do time contra o Cruzeiro, que foi positiva, se ela será mantida para o resto do campeonato. O técnico falou que para isso é preciso analisar o adversário. “Temos que pensar com calma e analisar, ver como os jogadores vão estar. Viemos de uma sequência cansativa, vamos ver o Palmeiras pra poder ver o que vamos fazer contra eles”.

Com 36 pontos, o Avaí ocupa a 19ª colocação, três pontos a menos que o Vitória, primeiro time fora do Z-4, mas que ainda enfrenta a Chapecoense nesta rodada. O Leão volta a campo na próxima segunda-feira (20), às 20h (horário de Brasília), diante do Palmeiras, na Ressacada.