Avaí supera RB Brasil nos pênaltis e segue como único catarinense na Copa São Paulo

No reencontro entre as equipes, Léo Lopes pegou duas cobranças, Leão se deu melhor nas penalidades após 1 a 1 no tempo normal e espera o vencedor de Corinthians ou Ferroviária nas oitavas

Avaí supera RB Brasil nos pênaltis e segue como único catarinense na Copa São Paulo
Foto: Divulgação/Red Bull Brasil
RB Brasil (5)
1 1
(6) Avaí
RB Brasil (5): Jordan; Áquila, Nhayson, Caíque; Wallison (João Victor, min. 28/2ºt), Natam (Carlos Eduardo, min. 21/2ºt), Theo, Vitinho (Gabriel Bocchio, min. 39/2ºt), Danilo (Lucas Nathan, min. 22/2ºt), Lucas Urias; Amarildo. Técnico: Gustavo Almeida
(6) Avaí: Léo Lopes; Didi (Alan, min. 43/2ºt), Michel, João Victor, Ramon; Marcinho, Wesley, Magno (Rael, intervalo); Santarém, Caio Paulista, Alisson (Vinícius, min. 43/2ºt). Técnico: Fabrício Bento
Placar: 1-0, min. 19/1ºt, Michel (contra). 1-1, min. 18/2ºt, Rael
INCIDENCIAS: Partida válida pela fase de 16 avos de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior 2018, no Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí, SP

No reencontro entre Avaí RB Brasil pela fase 16 avos de final da Copa São Paulo de Futebol Júnior, as penalidades máximas mais uma vez pesaram contra o time paulista. No confronto da primeira fase, o Toro Loko perdeu uma cobrança na derrota por 1 a 0. Neste domingo (14), no Jayme Cintra, em Jundiaí, o Leão venceu por 6 a 5 nos pênaltis, após 1 a 1 no tempo normal e segue para as oitavas de final. O goleiro Léo Lopes, do Leão, defendeu duas cobranças.

Na próxima fase, o Avaí enfrenta o vencedor de Corinthians e Ferroviária, que se enfrentam ainda neste domingo (14), às 20h10, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara.

Em um gramado pesado por conta de muita chuva, o RB Brasil conseguiu sair na frente ainda no começo da partida. Aos 18, Wallison recebeu na linha de fundo e cruzou par trás, onde Michel desviou contra o próprio gol, abrindo o placar para o time paulista. Logo na sequência, Vitinho teve chance para ampliar, mandando chute de fora perto do travessão. A resposta do Avaí veio aos 23. Santarém foi lançado dentro da área e saiu de frente com o goleiro, mas parou em Jordan.

O Avaí tentou pressionar na reta final, mas o RB Brasil teve mais competência para aproveitar espaços e assustar. Aos 39, Lucas Urias recebeu de Theo e bateu colocado, mas Léo Lopes salvou o Leão.  Dois minutos depois, Walisson cruzou e Lucas Urias chegou batendo de primeira, mas o bola foi no meio do gol e o goleiro segurou firme a última oportunidade da primeira etapa.

O técnico Fabrício Bento voltou para a segunda etapa com Rael na vaga de Magno, mas o RB Brasil continuou criando mais chances. Aos 13, Wallison parou em Léo Lopes e, na sequência, Danilo teve boa chance, mas foi travado pela defesa avaiana. Apesar do maior volume dos paulistas, aos 18, Rael, que entrara no intervalo, pegou rebote na entrada da área e bateu colocado para empatar no Jayme Cintra.

Caio Paulista, aos 25, recebeu grande passe de Santarém após contra-ataque e finalizou da entrada da área, mas perdeu grande chance. O RB Brasil fez várias alterações tentando um novo fôlego, mas o jogo caiu de ritmo e menos chances foram criadas na reta final da partida, que foi para a disputa de pênaltis.

As seis primeiras cobranças foram acertadas, até que Santarém mandou a sétima cobrança na trave. O RB Brasil teve a chance de fechar a disputa em 5 a 4, mas Bocchio parou no goleiro Léo Lopes e a decisão foi para as alternadas. O Avaí abriu vantagem em 6 a 5, e, na sétima cobrança dos paulistas, Caíque parou no goleiro avaiano e o time catarinense garantiu vaga nas oitavas-de-final.