Em jogo movimentado, Avaí e Tubarão empatam na Ressacada

Leão e Tricolor balançam as redes, mas acabam somando apenas um ponto

Em jogo movimentado, Avaí e Tubarão empatam na Ressacada
Jogo foi muito disputado em ambas as etapas (Foto: Leonardo Munhoz)
Avaí
1 1
Tubarão
Avaí: Kozlinski; Tiago Cametá, Betão, Fagner Alemão, João Paulo; Judson, Lucas de Sá (Lourenço), Marquinhos (Luanzinho); Martinuccio (Urueña), Maurinho e Rômulo | Técnico Claudinei Oliveira
Tubarão: Beliato; Oliveira (Marcos Vinícius), William Mineiro, Petterson, Canavesio; Matheus Barbosa, Alex Nemetz, Nikolas Farias (Luan), Daniel Costa; Batista e Rodrigo Pelezinho (Everton Dias) | Técnico Waguinho Dias
Placar: 0-1 | Batista, 19' 1T | 1-1 | Canavesio (contra), 18' 2T
ÁRBITRO: Leandro Messina Perrone , auxiliado por Carlos Berkenbrock e Gianlucca Perrone de Vasconcellos | Cartões Amarelos: João Paulo; Beliato, Daniel Costa, Petterson e Oliveira
INCIDENCIAS: Partida válida pela 7° rodada do Campeonato Catarinense

Encerrando a sétima rodada do Campeonato Catarinense, Avaí e Tubarão fizeram grande partida na tarde desta segunda-feira (12). Na Ressacada, empate por 1 a 1 com gols de Batista para os visitantes e Canavesio (contra) para os mandantes.

O resultado mais agradou os visitantes, que conseguiram deixar a lanterna da competição e pular para a nona colocação, agora com cinco pontos. Já o time de Claudinei Oliveira estaciona no quarto lugar, com onze.

Na próxima rodada, o Avaí viaja até Brusque (6°) para enfrentar a equipe da casa. O Tubarão por sua vez volta a jogar em seus domínios contra o Inter de Lages (8°), em briga direta pelo rebaixamento. Ambas as partidas serão realizadas na quinta-feira (15), às 20h30.

Tubarão domina e morde primeiro

A partida começou com muito nervosismo por parte de ambas as equipes. Eram intermináveis erros de passe e a torcida local não demorou a perder a paciência com o time da casa. 

Pressionando, o Tubarão tomou vantagem da desorganização do Avaí e começou a dominar o jogo. Matheus Barbosa quase marcou de cabeça, e na sequência do lance, Rodrigo Alves quase fez o mesmo.

E dois minutos depois, os visitantes abocanharam o contra ataque: tocando muito bem a bola, o time girou até chegar em Batista, que para o fundo das redes completou uma linda jogada, abrindo o placar.

O Leão da Ilha se descontrolou a começou a jogar todas as bolas na área, jogando sem sentido. No contra golpe, o Tubarão quase marcou novamente, mas desta vez Kozlinski impediu Batista e o jogo foi para o intervalo.

Avaí volta melhor e empata a partida

Tirando Marquinhos Lucas de Sá, o time do Avaí voltou para a segunda etapa com maior mobilidade e velocidade. Luanzinho seria agora o protagonista das ações ofensivas, jogando com velocidade pelos lados. 

Com quatro minutos de segundo tempo, João Paulo deu a primeira finalização correta dos mandantes na partida, e mostrou a que veio. Em outro lance, ele soltou a bomba e viu o goleiro Beliato voar no ângulo para fazer linda defesa.

Aos 16', Martinuccio apareceu e quase marcou, chutando rasteiro para outra defesa de Beliato. Na sequência do lance, a resistência dos visitantes acabou: Urueña, em sua primeira participação no jogo, cruzou e viu Canavesio desviar contra o próprio patrimônio, empatando a partida.

Nos lances seguintes, o Avaí seguiu na pressão, mas sequer conseguiu finalizar no gol. O Tubarão soube suportar e ainda voltou a assustar com Batista, que aproveitou falha de Fágner Alemão e perdeu gol incrível, mantendo o empate no placar até o fim da partida.