Bahia e América-MG medem forças por uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil

Após empate sem gols no primeiro duelo, uma vitória simples de uma das equipes, garante classificação na próxima etapa da competição nacional

Bahia e América-MG medem forças por uma vaga na terceira fase da Copa do Brasil
Foto: Divulgação/América-MG
Bahia
América-MG
Bahia: Marcelo Lomba; Tinga, Lucas Fonseca, Jackson e Moisés; Feijão, Juninho, Danilo Pires e João Paulo Gomes; Thiago Ribeiro e Zé Roberto; Técnico: Doriva
América-MG: João Ricardo; Artur, Alison, Sueliton e Danilo Barcelos; Leandro Guerreiro, Claudinei, Osman e Rafael Bastos; Tiago Luis e Sávio; Técnico: Givanildo Oliveira
ÁRBITRO: Vinícius Gonçalves Dias Araújo, auxiliado por Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo e Daniel Paulo Ziolli
INCIDENCIAS: Partida válida pelo jogo de volta da segunda fase da Copa do Brasil, a ser realizada na Arena Fonte Nova, em Salvador/BA, nesta quarta-feira (18), às 21h45.

É tudo ou nada para Bahia e América-MG! As duas equipes, que empataram em 0 a 0 o jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, se enfrentam, nesta quarta-feira (18), ás 21h45, na Arena Fonte Nova, por uma vaga na próxima etapa da competição nacional.

Os donos da casa chegam com moral para o duelo. Isso porque, no último sábado (14), o Bahia venceu o Avaí, por 2 a 1, em Salvador/BA, pela primeira rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Os dois gols do Tricolor de Aço foram marcados pelo atacante Zé Roberto, enquanto Vinícius Pacheco descontou para os catarinenses.

Já o América-MG, desembarca em solo baiano em busca da reabilitação, já que no último domingo (15), perdeu para o Fluminense, por 1 a 0, no Estádio Independência, pela rodada inicial da Série A do Campeonato Brasileiro. Quem vencer o duelo desta noite, se classifica para à terceira fase da Copa do Brasil. Em caso de um novo 0 a 0, a vaga será disputada nos pênaltis. Qualquer empate com gols, o atual campeão Mineiro avança na competição nacional.

Doriva fecha treino e não revela titulares do Bahia

Sem poder contar com o volante Paulo Roberto, que sofreu uma pancada na cabeça, no duelo contra o Avaí, Doriva fez mistério no Fazendão e não divulgou titulares que enfrentarão o América-MG. No entanto, quem deverá substituir o jogador, é Juninho, que garante: está preparado para entrar em campo, caso seja o preferido pelo treinador.

"Acho que se ele optar por mim, eu vou jogar na posição onde fico mais à vontade, que é de segundo volante. Mas como falei: o professor ainda não definiu. Vamos trabalhar e deixar ele escolher a melhor equipe", disse Juninho.

Apesar do desfalque, tudo indica que Doriva mandará a campo, os mesmos titulares que enfrentaram o Avaí, entre eles, o atacante Zé Roberto, que marcou os dois gols que deram a vitória para o Tricolor, na ocasião. Apesar de ser contestado pela torcida, o camisa 9 pode ser o trunfo do Bahia para sair com a classificação diante do Coelho. 

"Cada jogo é um jogo, cada competição é uma competição diferente. Não pode errar. Empatamos lá, foi um bom resultado. Poderíamos ter ganhado, perdemos algumas oportunidades. Zero a zero não é tão tuim, mas é um placar perigoso. Tem a questão do gol fora de casa. Tem que jogar tranquilo, atacar, mas estar atento aos contra-ataques, para fazer um jogo seguro e sair com o resultado", declarou Zé.

Motivado, Zé Roberto pode ser o trunfo do Bahia para vencer o América-MG (Foto: Williams Vieira/ EC Bahia/ Divulgação)
Motivado, Zé Roberto pode ser o trunfo do Bahia para vencer o Coelho (Foto: Williams Vieira/ EC Bahia)

América-MG desembarca em Salvador com dúvida no ataque

O América-MG desembarcou em Salvador e realizou o último treino antes do duelo nesta terça-feira (17). O técnico Givanildo Oliveira relacionou 20 atletas para enfrentar o Bahia, entre eles, o atacante William Barbio, já regularizado para entrar em campo. No entanto, Borges e Victor Rangel ficaram em Belo Horizonte, por conta de lesão. Hélder, que estreou contra o Fluminense, não poderá disputar a Copa do Brasil com a camisa do Coelho, por ter defendido o Juventude na mesma competição.

Quem concorre por uma vaga no ataque, é Bruno Sávio. Titular do América no início da temporada, o jogador acabou perdendo espaço para Victor Rangel. Agora, com a oportunidade batendo na porta, o centroavante sabe da importância de marcar gol fora de casa.

“Sem dúvida nenhuma nós sabemos da importância do próximo jogo. A gente sabe que se fizermos um gol fora de casa, vamos ficar com a vantagem durante o jogo. Temos que ver quem o professor vai escalar. Se for eu, espero dar o meu melhor para poder ajudar a equipe”, falou Sávio.

Para o técnico Givanildo Oliveira, a importância de uma vitória na Fonte Nova, não fica apenas na vaga para à terceira fase da Copa do Brasil, mas também, para resgatar a confiança da equipe. Desde que se sagrou campeão Mineiro, o Coelho não venceu mais, empatando sem gols contra o Bahia e perdendo diante do Flumimense.

"Queria que demorasse essa derrota dentro de casa. Queria que viesse só em dezembro. Mas temos que vencer fora para tentar melhorar isso daí. Porque se você perder mais uma e depois outra, aí complica. Temos que melhorar nessa sequência porque depois será difícil recuperar", ressaltou Givanildo.

Sávio poderá ser titular no duelo diante do Bahia (Foto: Divulgação/América-MG)
Sávio poderá ser titular no duelo diante do Bahia (Foto: Divulgação/América-MG)