Bahia recebe Goiás na Arena Fonte Nova para reencontrar caminho das vitórias na Série B

Time baiano foi derrotado na última rodada pelo Paysandu, enquanto o Goiás empatou com a equipe do Vasco

Bahia recebe Goiás na Arena Fonte Nova para reencontrar caminho das vitórias na Série B
Foto: Divulgação/Goiás
Bahia
Goiás
Bahia: Muriel; Eduardo, Jackson, Tiago, Moisés; Luiz Antônio, Juninho, Renato Cajá; Edigar Junio, Allano, Hernane. Guto Ferreira.
Goiás: Márcio; Edinei, Alex Alves, Felipe, Felipe Saturnino; Adriano, Patrick, Daniel Carvalho, Léo Sena; Carlos Eduardo, Marcão. Gilson Kleina.
INCIDENCIAS: Partida válida pela 26ª rodada do Brasileirão da Série B, realizada na Fonte Nova, localizada em Salvador.

Nesse sábado (17), a equipe do Bahia recebe os esmeraldinos do Goiás, no Estádio da Fonte Nova. A partida será válida pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B e tem início previsto para as 18h30. O tricolor baiano tem 36 pontos e ocupa a 9ª posição, enquanto o time de Goiânia possui 31 pontos e está na 15ª colocação, a quatro pontos da zona do rebaixamento. O confronto do primeiro turno foi vencido pelo Bahia por 2 a 0, realizado no dia sete de junho, com tentos de Renato Cajá e Thiago Ribeiro.

Na última rodada, o Bahia foi a Belém e foi derrotado pelo Paysandu por 2 a 1, com gols marcados por Tiago Luís e Leandro Cearense para o time paraense, e Hernane para a equipe de Salvador. Já o esmeraldino recebeu o Vasco e a partida acabou empatada em 1 a 1, com Marcelo Mattos e Léo Gamalho indo às redes.

Depois de ter série invicta quebrada, Bahia quer voltar a vencer

O time de Guto Ferreira vinha de seis jogos sem perder no Brasileirão da Série B, sendo derrotado pelo Paysandu na última terça-feira. Na última partida na Fonte Nova, a equipe baiana derrotou o Vasco por 1 a 0. A sequência invicta foi a primeira boa série de Guto no comando do tricolor de aço.

Nesta sexta-feira (16), três reforços foram apresentados pelo Bahia: o volante Renê Júnior e atacantes Misael e Wesley Natã. O trio já está regularizado e já foi relacionado para a partida desse sábado. Guto relacionou 22 jogadores para o confronto e afirmou que não deve incluir os recém-chegados a equipe titular: “Eles terão que buscar lugar no time”.

Além dessa afirmação, o treinador falou do nervosismo na volta a Fonte Nova, declarando que a torcida tricolor é incrível: “Já vem aquele friozinho, arrepio, porque o torcedor do Bahia é fantástico, sabe da dificuldade, mas ele é fiel, está vindo, respondendo. Tenho certeza de que novamente vamos chegar com 12 [jogadores]. E vamos cobrar de cada um [jogador] para que se supere e traga junto cada torcedor, para que possamos conseguir o resultado que temos por objetivo”, falou.

Após empate diante do Vasco, Goiás quer surpreender na Fonte Nova

O Goiás tem 31 pontos na competição, porém não ocupa uma posição privilegiada na tabela de classificação, estando a apenas quatro pontos da zona de rebaixamento. E na Fonte Nova quer surpreender os donos da casa.

Gilson Kleina não poderá contar mais uma vez com o atacante Walter, enquanto conta com o retorno do também atacante Rossi e do goleiro Renan. Já o lateral-esquerdo Juninho, por ter recebido o 3º cartão amarelo e também não jogará.

O zagueiro Alex Alves falou sobre o duelo contra o Bahia, além de declarar que ainda acredita no acesso do time goiano: “É um confronto direto de duas equipes que no início eram favoritos ao acesso. Acho que as duas equipes têm condição. Quando o Gilson Kleina chegou, a gente estava 11 pontos atrás do G-4. Agora estamos sete pontos atrás. Está tudo próximo. Um time como o Goiás tem que pensar grande. Sonhamos com o acesso. Jogo a jogo a gente vai tentar vencer”.

Quem também deu entrevista foi o experiente Daniel Carvalho, que falou sobre sua situação na equipe: “Antes da chegada do Kleina havia uma situação de que eu e Léo Lima não podíamos atuar juntos. Eu sabia que não seria titular, então fiquei um pouco desanimado. Foi um erro meu. Mas com a chegada do treinador, isso mudou. Não sei ainda se serei titular contra o Bahia, mas de toda forma ele (Gilson Kleina) já me deixou mais à vontade. Espero ajudar o clube”.

Daniel também falou sobre o técnico Gilson Kleina: “A característica do Gilson Kleina é de ser esse técnico mais motivador, que cobra bastante de cada atleta também. É algo diferente do que tivemos nos meses anteriores, acho que estávamos precisando disso. O Goiás estava precisando de uma sacudida”, concluiu.