Jorginho aponta fraco primeiro tempo como fator para novo tropeço do Bahia

Tricolor empatou com Avaí em casa e perdeu chance de se distanciar da zona de rebaixamento

Jorginho aponta fraco primeiro tempo como fator para novo tropeço do Bahia
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Após vencer bem a Ponte Preta no meio da semana fora de casa, o Bahia tinha a oportunidade de voltar a conquistar três pontos em seus domínios e enfrentou o Avaí na noite deste domingo (16), em Pituaçu. Entretanto, uma atuação aquém do esperado resultou no empate em 1 a 1. Renê Júnior abriu o placar com um golaço, mas Júnior Dutra igualou o marcador para os catarinenses.

Depois da partida, o técnico Jorginho concedeu entrevista coletiva e destacou a atuação ruim no primeiro tempo, principalmente dos meio-campistas. Para o treinador, esse foi o fator determinante para o tropeço em casa, uma vez que o time, segundo seu ponto de vista, passou 45 minutos sem oferecer perigo ao adversário.

"Primeiro tempo foi muito ruim. Não entramos em campo. A equipe deles joga diferente quando joga em casa, com Marquinhos e Juan, que são jogadores que cadenciam o jogo. Fora, eles botam jogadores de velocidade, e estavam só esperando nosso erro. Não conseguimos construir no primeiro tempo. Foi o que aconteceu no segundo tempo, a tabela. O time melhorou muito no segundo tempo, construindo jogo, fazendo penetrações em velocidade. Infelizmente, tomamos gol de bola parada", disse.

O comandante tricolor explicou também os motivos de ter tirado Régis e Allione no intervalo, e lamentou o desfalque de Renê Júnior na próxima rodada pelo fato do volante estar suspenso automaticamente pelo recebimento do terceiro cartão amarelo.

"Régis, Allione e Mendoza não estavam bem. Optei por um jogador que tem velocidade. Foi assim que fizemos o gol com o Renê. Tentamos mudar a cara da equipe. Melhoramos muito no segundo tempo. Tivemos uma melhora grande, mas não conseguimos conquistar os três pontos. A gente lamenta muito porque não poderia tomar um gol de bola parada. Tínhamos dez desfalques para o jogo. Não tem sido fácil. Mas vamos continuar trabalhando para melhorar. Dos últimos 12 pontos, somamos seis. Precisávamos desse triunfo hoje, mas não aconteceu", continuou.

Jorginho finalizou com um esboço do time que deve escalar no próximo duelo da equipe baiana. Tiago e Zé Rafael retornam, enquanto Juninho deve ocupar a vaga a ser deixada por Renê Júnior.

"Tiago é um líder. Éder foi bem, não comprometeu. Mas a volta do Tiago e do Zé Rafael ajudam bastante. Jogadores que estão desde o início, têm o ritmo de jogo bom. A gente sente muito a falta deles. Juninho tem entrado muito bem e deve ser o substituto de Renê, é um cara que tem uma batida na bola boa, é decisivo, então, acho que a gente vai continuar muito forte", concluiu.

A próxima rodada do Campeonato Brasileiro da Série A 2017 será disputada no meio desta semana e o Bahia encara o Atlético-MG às 21h45, na Arena Independência, em Belo Horizonte/MG. O Esquadrão de Aço permanece na parte de baixo da tabela de classificação, com 16 pontos ganhos, na 14ª colocação.