Em jogo morno, Atlético-GO e Bahia empatam no Brasileirão e se complicam na tabela

Em jogo com poucas chances para os dois lados, Dragão abre o placar mas vê o tricolor baiano igualar em um resultado ruim para as equipes

Em jogo morno, Atlético-GO e Bahia empatam no Brasileirão e se complicam na tabela
Foto (Divulgação/Bahia)
Atlético-GO
1 1
Bahia
Atlético-GO: MARCOS, JONATHAN, WILLIAM ALVES, GILVAN, BRUNO PACHECO, IGOR (RONALDO, MIN 19 2ºT), ANDRÉ CASTRO, ANDRIGO (NILTINHO, MIN 25 2ºT), LUIZ FERNANDO, JORGINHO, WALTER.
Bahia: JEAN, EDUARDO, RODRIGO BECÃO, LUCAS FONSECA, JUNINHO CAPIXABA, EDSON, RENÊ JUNIOR, RÉGIS (VINICIUS, INTERVALO), ZÉ RAFAEL, MENDOZA (EDIGAR JUNIO, MIN 18 2ºT), RODRIGÃO (ALLIONE, MIN 33 2ºT).
Placar: 1-0, MIN 32 DO 1ºT, LUIZ FERNANDO. 1-1 MIN 09 DO 2ºT.
ÁRBITRO: THIAGO DUARTE PEIXOTO (CBF).
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 23ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO, DISPUTADA NO ESTÁDIO OLÍMPICO, EM GOIÂNIA.

Atlético-GO e Bahia se enfrentaram nesta noite de segunda (11) pelo Campeonato Brasileiro no Estádio Olímpico, em Goiânia. O resultado acabou não sendo bom para nenhuma das equipes, que se complicam cada vez mais na tabela faltando 15 rodadas para o fim da competição.

Primeiro tempo de domínio Atleticano, que abre o placar

O Dragão dominou o primeiro tempo por completo. Com uma proposta bastante ofensiva, trocou mais passes, criou as únicas chances reais de gol na etapa e se aproveitou do sistema recuado em que se encontrava a equipe baiana. 

Impondo bastantes cruzamentos, o rubro-negro insistiu veementemente neste estilo de ataque na primeira etapa, dando trabalho ao goleiro Jean em uma oportunidade com Gilvan de cabeça.

Aos 33 minutos, após contra-ataque fulminante e cruzamento de Igor pela direita, Luiz Fernando abriu o placar para o Atlético, que continuou a pressionar nos cruzamentos, porém muitos ineficazes

Segundo tempo de revés, com empate baiano

Já na segunda etapa, os papéis se inverteram. O Bahia impôs mais o jogo, trocou mais passes, valorizou a posse de bola e buscou o gol adversário mais vezes após a volta do intervalo.

Ainda no começo da segunda etapa, a equipe baiana chegou ao gol após bela jogada de Zé Rafael, que tabelou com Rodrigão e depois Mendoza para receber livre, driblar o goleiro Marcos e igualar o placar.

O Atlético ainda tentou criar oportunidades, como uma falta de Walter que não ofereceu perigo ao goleiro Jean, entre outras chances que não assustaram tanto o gol tricolor.

O Bahia também tentou a virada em diversas vezes, principalmente com Zé Rafael, porém dentre defesas do goleiro Marcos e bolas passando perto do gol, não foram capazes de levar ao segundo gol do tricolor.

Com o empate, o Atlético continua na lanterna da competição com 19 pontos. Já o tricolor baiano encontra-se na 15ª posição com 27 pontos, um apenas a mais que o primeiro colocado na zona de rebaixamento, Vitória.

Pela próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o Dragão enfrenta sábado a Ponte Preta no Moisés Lucarelli, às 21 horas. Já o Bahia enfrenta o Cruzeiro, domingo às 19 horas, no Mineirão.