Meia Zé Rafael reduz protestos sobre técnico Preto Casagrande: "Isso é normal do torcedor"

Esquadrão de Aço sofreu empate em casa e voltou a ficar perto da zona de rebaixamento; alguns torcedores pediram saída do treinador

Meia Zé Rafael reduz protestos sobre técnico Preto Casagrande: "Isso é normal do torcedor"
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

O empate em 1 a 1 com o Coritiba não foi bom para o Bahia. Dentro de casa, a equipe voltou a desperdiçar dois pontos. Após ter vencido o Grêmio, o Esquadrão de Aço não superou um concorrente direto na briga contra o rebaixamento, que acumula resultados negativos no Campeonato Brasileiro da Série A. O elenco se reapresentou na tarde desta segunda-feira (2), e o meia Zé Rafael foi o escolhido para conceder entrevista coletiva.

+ Relembre como foi o jogo Bahia x Coritiba lance a lance

O jogador foi indagado sobre os gritos de alguns torcedores que pediram a saída do técnico Preto Casagrande depois de não se contentarem com uma atuação aquém do esperado. Zé Rafael destacou que os protestos e a cobrança elevada são normais por parte da torcida, além de ter descartado a ideia de que o comandante é culpado pelo momento ruim da equipe. Vale ressaltar que Preto é o terceiro técnico do Bahia na temporada, após as passagens de Guto Ferreira e Jorginho. O atleta destacou também que ficou feliz por ter marcado o gol que abriu o placar na Arena Fonte Nova e prometeu mais esforço para continuar a balançar as redes, embora o descontentamento com o resultado tenha sido evidente.

“Acho que o lado da torcida é normal, essa cobrança, essa desconfiança. Dentro de casa temos falhado em alguns resultados. Isso é normal, independe do treinador. Se fosse o Guardiola, a torcida ia continuar cobrando pelos resultados ruins. Acho que todo mundo sabe. Nem o torcedor, nem nós gostamos do resultado. Foi muito ruim, contra um adversário direto. Olhando por outro lado, eu fiz o gol e pude ajudar a equipe outra vez. Estou feliz por ser mais eficiente dessa forma. Então vou continuar trabalhando para que as coisas continuem acontecendo”, explicou.

Foto: Felipe Oliveira|EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira|EC Bahia

Zé Rafael também falou sobre a sequência complicada à frente. Após somar quatro de seis pontos possíveis como mandante, o Tricolor vai encarar pela competição nacional Palmeiras, Corinthians, Flamengo e o arquirrival Vitória nos quatro próximos duelos. Para conquistar pontos importantes e se afastar da degola, o meia destacou que a equipe deve continuar a treinar da maneira correta para que venham os triunfos necessários para atingir a meta.

“Nossa preparação é a cada jogo, a cada adversário a gente se prepara. O Preto Casagrande monta a estratégia e passa para a gente. Sempre é difícil o Campeonato Brasileiro. A sequência é complicada do primeiro até o último jogo. A gente tem enfrentado isso, as equipes se organizaram mais, os jogos têm sido mais disputados. Temos que treinar da maneira correta para que os resultados voltem a acontecer”, concluiu.

Por causa das partidas válidas pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo 2018, o Brasileirão volta apenas em dez dias. O Bahia entra em campo na quinta-feira (12), e encara o Palmeiras no Pacaembu, pela 27ª rodada da competição nacional. Em uma concorrida disputa contra o rebaixamento, o Tricolor ocupa a 13ª colocação, com 31 pontos ganhos, um ponto acima do primeiro time a ocupar a degola, o Sport.