Bahia conquista virada sobre Avaí fora de casa e sonha com vaga na Libertadores

Tricolor baiano saiu atrás, mas Edigar Junio marcou duas vezes e deixou o time a cinco pontos do G-7

Bahia conquista virada sobre Avaí fora de casa e sonha com vaga na Libertadores
Foto: Jamira Furlani/Avaí FC
Avaí
1 2
Bahia
Avaí: Douglas Friedrich; Maicon (Diego Tavares), Fagner Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Pedro Castro, Marquinhos (Wellington Simião) e Luanzinho (Maurinho); Romulo e Júnior Dutra. Técnico: Claudinei Oliveira
Bahia: Jean; Eduardo, Tiago, Thiago Martins e Juninho Capixaba; Renê Júnior (Feijão), Juninho, Allione (Matheus Sales) e Zé Rafael; Mendoza (Régis) e Edigar Junio. Técnico: Paulo César Carpegiani
Placar: Marquinhos 16' 1T (1-0), Edigar Junio 32' 1T (1-1), Edigar Junio 33' 2T (1-2)
ÁRBITRO: Árbitro Péricles Bassols Pegado Cortez - PE (CBF) Assistentes Clóvis Amaral da Silva - PE (CBF) e Ricardo Bezerra Chianca - PE (CBF)

O Bahia foi até Florianópolis e venceu mais uma, desta vez, diante do Avaí, de virada, por 2 a 1, com gols de Edigar Júnio (2x), Marquinhos descontou para os donos da casa.

Com a vitória, o Bahia chegou aos 45 pontos ganhos e se livrou da chance de rebaixamento e agora começa a sonhar com uma vaga na próxima Copa Libertadores da América. Já o Avaí continua com 35 pontos e está na penúltima posição, cada vez mais perto de ir para a Série B.

Na próxima rodada, o Avaí vai até São Paulo enfrentar o Corinthians, na Arena de Itaquera, no sábado (11), às 19h. Já o Bahia enfrenta o Atlético-MG, na Fonte Nova, no domingo (12), às 18h. Partidas no horário de Brasília.

Muitas chances e empate no primeiro tempo

Mesmo jogando fora de casa, o Bahia partiu para o ataque e começou a pressionar o time do Avaí. Apesar da pressão inicial, foi o time da casa quem saiu na frente. Aos 16 minutos de jogo, Marquinhos cobrou falta e contou com falha do goleiro Jean para fazer 1 a 0 para o Avaí.  Foi o 58º gol do meia na Ressacada, se tornando o maior artilheiro do estádio.  

O Bahia demorou a voltar para o jogo, mas conseguiu o empate aos 32 minutos, Juninho bateu falta e a bola bateu nas duas traves e caiu no pé de Renê Júnior, que foi bloqueado pela zaga do Avaí, no rebote, Edigar Júnio não perdoou e deixou tudo igual antes do fim do primeiro tempo.

Edigar Júnio brilha e Bahia sonha com Libertadores

O segundo tempo começou da mesma forma que o primeiro, com o Bahia dominando o jogo, mas tendo dificuldade em finalizar e passar à frente do placar.

Quando o jogo caminhava para o final, Edigar Júnio apareceu de novo para salvar o time baiano. Aos 33 minutos, Allione e Mendoza fizeram ótima troca de passes e serviram para o atacante que só empurrou para o gol, virando o placar na Ressacada.

Depois de sofrer o gol, o Avaí partiu para o abafa em busca do empate, mas esbarrou na boa atuação da zaga baiana que conseguir segurar a pressão adversária e sair de Santa Catarina com três pontos importantes para a sequência da competição.