Botafogo e São Paulo medem forças em estreia do Brasileiro pela terceira vez em cinco anos

Focado na Libertadores, Tricolor jogará com os reservas no Rio de Janeiro

Botafogo e São Paulo medem forças em estreia do Brasileiro pela terceira vez em cinco anos
No último encontro das equipes, em 2014, o São Paulo venceu por 4 a 2 (Foto: Getty Images)
Botafogo
São Paulo
Botafogo: Jéfferson (H. Leite); Luís Ricardo, Carli, E. Silva, Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Airton, Bruno Silva, Gegê; Ribamar, Salgueiro. Técnico: Ricardo Gomes
São Paulo: Renan Ribeiro; Auro, Lugano, Lyanco, M. Reis; Lucão, Banguelê, Wilder, Lucas Fernandes, Centurión; Alan Kardec. Técnico: Edgardo Bauza
ÁRBITRO: Braulio da Silva Machado (SC)
INCIDENCIAS: Partida válida pela 1ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, a ser disputada no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

De volta à Série A nesse ano, o Botafogo não terá vida fácil em sua estreia. Pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Raulino de Oliveira, a equipe de Ricardo Gomes irá receber, às 11h de domingo (15), o São Paulo. Entretanto, por ainda estar vivo na briga pelo título da Copa Libertadores da América, o Tricolor deve ir à campo com um time completamente reserva, poupando seus principais jogadores.

Depois de um 2015 sem grandes sustos na segunda divisão, o Glorioso quer mostrar que pode fazer bonito na elite do futebol nacional, e, já nesse ano, quase venceu o Campeonato Carioca. Desbancando Fluminense e Flamengo, que têm jogadores mais renomados em seus elencos, o Alvinegro foi até à final do estadual e acabou perdendo o título para o Vasco, sendo derrotado por 1 a 0 na primeira partida e empatando a segunda em 1 a 1.

Embora não tenha conseguido conquistar o título, o Botafogo ganhou a confiança da torcida por, mesmo sem grandes nomes no time, ter se mostrado sempre uma equipe aguerrida e aplicada taticamente.

Já o São Paulo irá jogar no domingo com a cabeça na quarta-feira (18). O Tricolor venceu o Atlético-MG no Morumbi por 1 a 0 na primeira partida da Copa Libertadores da América e tem a vantagem do empate para o jogo de volta, em Minas Gerais.

Entretanto, essa é uma boa chance para jogadores que perderam espaço na equipe nesse ano, como Alan Kardec e Lucão, mostrarem serviço e de alguns nomes da base, como Lucas Fernandes e Banguelê, provarem que são capazes de atuar entre os profissionais.

Essa é a terceira vez que as duas equipes se enfrentam na primeira rodada do Brasileirão nos últimos cinco anos. Em 2012, o Botafogo levou a melhor, vencendo por 4 a 2 no Engenhão. Já em 2014, no Morumbi, o Tricolor deu o troco e venceu por 3 a 0. Ao todo, pelo Campeonato Brasileiro, os times já se enfrentaram 59 vezes, com 25 vitórias para os paulistas, 21 para os cariocas e outros 13 empates.

Botafogo minimiza desfalques no adversário e confirma retorno de Pimpão

O Botafogo já confirmou uma contratação para a disputa do Campeonato Brasileiro. Trata-se do atacante Rodrigo Pimpão, que estava no Emirates Club, dos Emirados Árabes. O jogador de 28 anos já teve uma passagem boa pelo clube em 2015, marcando nove gols no Campeonato Carioca daquele ano, e agora tem contrato válido até o final de 2017.

"Quero agradecer a todos do Botafogo: presidente, diretoria e torcida pelo carinho. Não tenho palavras para descrever a felicidade minha e da minha família de vestir novamente a camisa do Botafogo e dizer mais uma vez que fui escolhido. Espero ajudar da melhor maneira o Botafogo e fazer um grande ano" disse o jogador ao site do clube.

Sobre o fato de o adversário entrar com o time reserva, a equipe botafoguense minimiza e não espera vida fácil em sua estreia no Brasileirão. O volante Rodrigo Lindoso afirmou que “o São Paulo conta com um elenco muito qualificado, com jogadores experientes e tem peças de reposição justamente por estar brigando na Libertadores".

"O Botafogo não pode se preocupar com o time que o São Paulo vai mandar a campo. Temos que pensar na nossa própria atuação e na melhor maneira de derrotar o adversário, que vai jogar na nossa casa. Vamos respeitar os profissionais que entrarão em campo e que com certeza tentarão dar seu melhor" acrescentou o zagueiro Emerson Silva.

Base quer mostrar serviço e Kardec admite má fase

Com os titulares poupados para o jogo da volta contra o Galo pela Libertadores, alguns jogadores que não estão sendo utilizados por Edgardo Bauza terão a chance de mostrar serviço. Jovens da base, como o zagueiro Lyanco, o volante Banguelê e o meia Lucas Fernandes, além de Auro, Lucão e Matheus Reis, que são de uma geração um pouco mais antiga, serão analisados por Patón e, caso o São Paulo vá longe na competição continental, devem ganhar ainda mais oportunidades ao longo do ano.

Outros jogadores, como Renan Ribeiro, Lugano, Centurión, Wilder e Alan Kardec, querem mostrar ao treinador que têm condições de serem titulares, e, contra o Botafogo, terão a tão esperada chance para provar isso. Reserva de Calleri nesse primeiro semestre, Kardec demonstra seu desejo de ser titular, porém reconhece que vive um mau momento.

"Individualmente é sempre bom estar jogando. Tenho buscado meu lugar. Hoje tem uma briga direta com Calleri, no bom sentido. Ele está ajudando muito o time. Se continuarmos na Libertadores é natural que haja mais chances. Sempre estive preparado. Não estou satisfeito individualmente, porque posso render muito mais, como já rendi em 2014, quando ficamos em segundo lugar (no Brasileiro). Torço pelo coletivo, mas quero melhorar individualmente" afirmou o atacante.