Botafogo enfrenta Vitória buscando se recuperar e deixar lanterna do Brasileirão

O alvinegro entra em campo com novidades em diversos setores; O clube baiano busca se aproximar do G-4 e procura o terceiro triunfo

Botafogo enfrenta Vitória buscando se recuperar e deixar lanterna do Brasileirão
Treino do Botafogo no CEFAT (Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)
Botafogo
Vitória
Botafogo: Sidão, Luis Ricardo, Emerson, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho; Anderson Aquino e Sassá (Ribamar)
Vitória: Fernando Miguel, Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Willian Farias, Amaral e Flávio; Marinho, Dagoberto e Kieza.

Botafogo e Vitória abrem o domingo (12) na 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, o confronto ocorrerá em Volta Redonda no Estádio Raulino de Oliveira, às 11h. Os clubes disputaram a série B do ano passado e quem levou a melhor foi o alvinegro, vencendo nos dois turnos. Atualmente, ambos entram em campo após derrotas, o Glorioso perdeu para o Santos de goleada no Pacaembu, já o rubro-negro viu o Flamengo vencer por 1 a 0 na rodada anterior.

O time de General estrearia seu estádio nesta rodada, mas a estreia foi adiada para a 10ª rodada e a CBF marcou os jogos em Volta Redonda, mesmo a diretoria pedindo para mandar alguma partida em Juiz de Fora, onde conta com muitos torcedores.

Ricardo Gomes aposta em novidades 

Após semana conturbada, o clube carioca se viu em dívida com a torcida e quer aproveitar sequência de jogos em casa para sair da lanterna do Brasileirão. Buscando se preparar para o confronto contra o time baiano, a equipe de General se isolou no CEFAT em Várzea das Moças, visando maior tranquilidade após invasão de alguns torcedores no treino e alagamento do campo em General Severiano, a maioria das atividades foi fechada para a imprensa, mas certamente haverá mudanças.

O técnico Ricardo Gomes treinou alternando os dois arqueiros, mas confirmou a substituição de Helton Leite, que sofreu muitas críticas após substituir Jefferson e tomar muitos gols em poucos jogos, além de errar em saídas de bola e levar gols "defensáveis". Para a posição, o treinador conta com o recém-contratado Sidão, que tem mais experiência e defendeu o clube Audax, destaque do Paulistão 2016, apesar desta chance, Ricardo deixou claro que não perdeu a confiança em Helton:

"Decidi começar com o Sidão, mas credibilidade o Helton não perdeu nenhuma, qualquer problema ele volta sem preocupação. Decisão que tenho que tomar, tomei, mas confio no Helton, acho que pela idade alternou altos e baixos é hora de dar uma oportunidade para o Sidão, que tem as qualidades que vocês conhecem, joga muito bem com os pés, tem bom posicionamento e muita força".

Além disso, a equipe vai contar com a volta dos laterais Diogo Barbosa e Luis Ricardo e do volante Airton, os primeiros foram confirmados no jogo, Airton treinou e deve ser titular também. Sassá foi testado como titular no lugar de Ribamar em uma das atividades, agradou e ganhou elogios do técnico. Apesar das novidades, Dudu Cearense que estreou no último jogo, poderá ser desfalque devido a dores musculares que sentiu, mesmo estando concentrado com o restante do elenco, o volante não treinou durante a semana é provável que sequer seja relacionado.

Devido a pouca finalização e ofensividade, Bruno Silva e Fernandes treinaram as saídas de bola com todos os meias e atacantes se alternando na frente, inclusive o reforço apresentado nesta semana Camilo. O foco dos exercícios foi também as jogadas de bola parada, dando destaque para o jovem da base, Emerson.

Os titulares que vão a campo no domingo provavelmente serão: Sidão, Luis Ricardo, Emerson, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Airton, Bruno Silva, Gegê e Leandrinho; Anderson Aquino e Sassá (Ribamar).

Vitória vai em busca de primeiro triunfo fora de casa

O rubro-negro perdeu duas partidas e empatou uma, em três jogos disputados fora do Barradão, local onde tem 100% de aproveitamento. O foco é vencer do Botafogo e do São Paulo, ambos os jogos é visitante, para isso o técnico Vágner Mancini frisou a importância de pontuar na casa do adversário e realizou muitas mudanças no esquema tático, inclusive a defesa com três zagueiros. Mancini deixou claro que mesmo alterando bastante no treino, não vai iniciar a partida com o esquema 3-4-3 e que seu único objetivo é elevar a estatura da equipe. 

"Achei que era hora de fazer algumas variações táticas, com a entrada de mais um zagueiro, mais um meio-campo. Isso é para que a gente mostre a todos que o Vitória pode ter algum tipo de alteração a partir de agora. Lógico que eu não vou mexer na equipe que venceu bem o Inter em termo de estrutura tática, mas já treinar algumas variações que serão interessantes no campeonato"

Durante a semana, em uma das atividades inseriu mais um zagueiro e adiantou os dois laterais, além de testar outra marcação no campo e duas linhas de quatro. A única novidade na equipe titular é o retorno do lateral Diego Renan, que não jogou contra o Flamengo devido a suspensão no jogo contra o Internacional.

Questionado sobre a facilidade de jogar contra um time com apenas uma vitória a equipe prefere ficar sob alerta, o volante Flávio, substituto do jogador que se recupera de lesão, Tiago Real, frisou: "Não adianta sair daqui pensando que vai ser um jogo fácil por essas circunstâncias de eles estarem pressionados e a torcida estar invadindo treino. Com certeza, vai ser um confronto duro porque eles vão querer se reerguer contra a gente. É preciso sabedoria para não deixar isso acontecer".

O provável time que começará a partida é: Fernando Miguel, Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Willian Farias, Amaral e Flávio; Marinho, Dagoberto e Kieza.