Botafogo cede empate ao Vitória e segue na lanterna

Alvinegro desperdiça contra-ataques, paga caro com gol levado aos 46 do segundo tempo, e terminará a rodada na última posição. Vitória conquista seu segundo ponto como visitante.

Botafogo cede empate ao Vitória e segue na lanterna
(Foto: Vitor Silva/ SS Press)
Botafogo
1 1
Vitória
Botafogo: Sidão, Luis Ricardo, Emerson Silva, Renan Fonseca e Diogo Barbosa; Bruno Silva, Airton (Fernandes) e Gegê; Leandrinho (Salgueiro), Ribamar (Sassá) e Anderson Aquino. Técnico: Ricardo Gomes
Vitória: Fernando Miguel; Norberto, Victor Ramos, Ramon e Diego Renan; Amaral (Alípio), Willian Farias e Flávio (Tiago Real); Marinho, Dagoberto (Vander) e Kieza. Técnico: Vagner Mancini
Placar: Sassá (6/2ºT) e Victor Ramos (46/2ºT)
ÁRBITRO: Ricardo Marques Ribeirp (MG)

Botafogo e Vitória​ se enfrentaram na manhã desse domingo (10) em Volta Redonda pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro 2016. Desesperado, o carioca, lanterna da competição, buscava o triunfo após quatro jogos sem vitória. Já o rubro-negro baiano buscava se aproximar do grupo que briga por uma vaga na Libertadores.

Para essa partida, o técnico Ricardo Gomes promoveu a estreia do goleiro Sidão​, que veio do Osasco Audax. Por outro lado, Vágner Mancini promoveu o retorno de Diego Renan​ na lateral-esquerda.

Na próxima rodada as equipes voltam a campo. Na quarta-feira (15), o time de Ricardo Gomes vai receber o América-MG, em Volta Redonda às 21h. O Vitória jogará no Morumbi contra o São Paulo, também na quarta-feira mas às 19h30min.

​Convulsão de atleta baiano e faltas marcam o fraco primeiro tempo

​Precisando do resultado, o Botafogo partiu para cima no início e chegou duas vezes, com Leandrinho e Ribamar, mas Fernando Miguel não teve mitas dificuldades para defender. Mas foi a equipe baiana quem quase abriu o placar, com Kieza após passe de cabeça de Dagoberto.

Aos oito minutos, o lance mais tenso da partida: após dividida, o volante Flávio ficou no chão tendo convulsões e preocupou a todos. Mesmo querendo voltar, Flávio deixou o campo para a entrada de Tiago Real. Aos dezessete, a melhor chance do Botafogo: Luis Ricardo cruza, Anderson Aquino domina e na cara do  goleiro chuta para defesa de Fernando Miguel. A partir disso, o Botafogo melhorou mas esbarrou na pouca qualidade de sua equipe e não conseguiu ameaçar o gol baiano.

Aos trinta e sete, Leandrinho acionou Ribamar que tentou uma cavadinha mas Fernando Miguel salvou o rubro-negro baiano. Mesmo com o jogo muito faltoso, o primeiro amarelo só saiu aos quarenta e três, para Anderson Aquino do Botafogo. No último lance da primeira etapa, Gegê lançou Bruno Silva que saiu na cara do gol mas cabeceou errado.

​Gols saem no segundo tempo e o empate prevaleceu

Para o segundo tempo, Ricardo Gomes promoveu uma mudança no ataque: saiu Ribamar e entrou Sassá. A segunda etapa começou do mesmo jeito da primeira, truncada e logo aos quatro minutos Airton levou amarelo. Aos cinco, o Botafogo teve a melhor chance do jogo: Luis Ricardo tabelou com Anderson Aquino e cruzou, a bola desviou e foi na trave antes de sair. No escanteio, o mesmo Luis Ricardo desviou e Sassá, que entrou no intervalo, abriu o placar. Botafogo 1 a 0.

Após o gol, o Vitória foi para cima, mas parava em Sidão. Aos treze, Kieza partiu para jogada individual e chutou na trave. Aos dezessete, os técnicos mexeram: no Botafogo, Fernandes entrou no lugar do Airton e no Vitória, Vander entrou no lugar do Dagoberto. Aos vinte e dois, Diego Renan encheu o pé direito para grande defesa de Sidão. Buscando jogar no contra-ataque, o alvinegro teve duas boas chances mas Sassá finalizou em cima de Fernando Miguel nas duas oportunidades.

Aos vinte e oito, Mancini ousou na última mexida do time baiano: saiu o volante Amaral e entrou o atacante Alípio. Aos trinta e sete, Sassá é lançado, dribla Fernando Miguel mas perde o ângulo, na sequência Salgueiro cruza mas Anderson Aquino não alcança. Aos quarenta e três, Marinho bagunçou a defesa alvinegra e chutou com muito perigo ao gol do Sidão.

Nos acréscimos a pressão baiana aumentou e finalmente deu resultado: aos 46, Diego Renan cruzou, a bola passou por toda a defesa e Victor Ramos apareceu para empatar a partida, 1 a 1. Com o resultado, o Botafogo se complica ainda mais, e chega na quarta partida sem resultado positivo. Já o Vitória, conquista o segundo ponto fora de casa no campeonato, mas continua na metade da tabela.