Com time titular indefinido, Botafogo encerra preparação para jogo contra Chapecoense

O duelo em Chapecó será marcado pelo reencontro de Camilo e Bruno Silva com clube onde ganharam visibilidade

Com time titular indefinido, Botafogo encerra preparação para jogo contra Chapecoense
Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

Neste domingo (24), Chapecoense e Botafogo se enfrentam na Arena Condá às 16h. O confronto tem um objetivo comum: se afastar o máximo possível da zona de rebaixamento. Enquanto o clube catarinense ocupa a 13ª posição, com 19 pontos, a equipe carioca está duas posições abaixo, somando 17 pontos. Uma vitória é primordial para não levar sustos na tabela de classificação nesta reta final de primeiro turno.

As posições na tabela do Campeonato Brasileiro não refletem o momentos dos dois clubes. Apesar de estar na frente do Glorioso, a Chape vem de uma sequência pior que o adversário de domingo. Nos últimos cinco jogos da competição, foram três derrotas, um empate e uma vitória . Neste mesmo período, o Botafogo conseguiu duas vitórias, dois empates e sofreu apenas uma derrota.

O duelo também marca o reencontro da Chapecoense com dois atletas que tiveram uma boa passagem pela equipe. Bruno Silva atuou no clube jogando a Série A e ajudando a conquistar a vaga na Sul-Americana. O outro jogador foi Camilo, peça principal e que mostrou gratidão ao time:

“É uma situação diferente, fui feliz na minha passagem por lá, o clube me retribuiu com muita coisa, e o Bruno é a mesma situação. A gente não sabe como vão nos receber, mas estamos focados no Botafogo e em sair de lá com uma vitória”, afirmou o meia, que hoje vem ganhando destaque com a camisa 10 alvinegra.

Para o jogo de domingo, os jogadores de ambas as equipes vão chegar em momentos diferentes em relação ao desgaste físico. A Chapecoense empatou em 0 a 0 fora de casa nessa quinta (21), contra o Atlético-PR, em jogo válido pela Copa do Brasil. Já o Botafogo passa a semana inteira sem atuar, evitando um risco de maior cansaço e contusões musculares dos atletas.

Alvinegro entra em campo com novidades

Durante o treino da última quarta (20), o técnico Ricardo Gomes testou algumas alterações na equipe em relação aos jogadores que atuaram no empate contra o Flamengo. Entre as novidades, o retorno do zagueiro Joel Carli, ganha a titularidade no lugar de Renan Fonseca, criticado por torcedores devido as últimas atuações de baixa qualidade. Bruno Silva se recuperou de lesão e entrará como titular, em compensação Sassá e Pimpão ficam fora da partida por desconforto muscular.

A equipe titular contou com as presenças de Fernandes, Canales, Neilton e Salgueiro, porém nem todos devem estar entre os 11 jogadores que vão começar o jogo em Chapecó. Em último treino antes da partida, o técnico optou por Neilton, que completará 50 jogos com a camisa alvinegra. Com a suspensão de Airton, Fernandes e Salgueiro disputam a última vaga no elenco titular, com o primeiro a opção seria jogar com três volantes, já com o uruguaio a escalação fica parecida com a do último jogo e ele atuaria como atacante na formação 4-3-3.

Desta forma, o time em campo deve ser composto por: Sidão, Luis Ricardo, Carli, Emerson e Diogo Barbosa; Lindoso, Bruno Silva, Camilo e Salgueiro (Fernandes); Neilton e Canales. A formação do setor ofensivo agradou ao técnico Ricardo Gomes contra o Flamengo e com isso há a possibilidade dele ser mantido intacto para a próxima partida. 

Reta final preocupante para as equipes

Tanto Chapecoense quanto Botafogo têm difíceis compromissos até o fim do turno do Campeonato Brasileiro. Depois de domingo, a equipe de Chapecó tem pela frente o São Paulo (F), Palmeiras (C) e Atlético-MG. Já o Botafogo vai enfrentar na sequência: Palmeiras (C), Ponte Preta (F) e Grêmio (C). Todos os próximos adversários de ambas as equipes ocupam estão entre as dez primeiras posições na tabela da competição. Portanto, pontuar no domingo contra uma equipe em uma posição próximo à zona de rebaixamento é de extrema importância para os dois times. 

"O mais importante é seguir pontuando, em casa tem que fazer o dever, buscar a vitória e tentar o máximo de pontos que conseguir fora. Cada jogo pode ter certeza que o time vai evoluir, o segundo tempo contra o Figueirense foi muito bom e nosso grupo tem força para mostrar muito mais ainda pela frente", falou Dener, lateral da Chapecoense.

Sem Arthur Maia, meia que era dúvida para o jogo, a provável escalação do verdão será: Marcelo Boeck; Gimenez, Thiego, Demerson e Dener; Josimar, Sérgio Manoel e Cleber Santana; Ananias, Lucas Gomes e Kempes.

No histórico do confronto entre os dois times, apenas duas partidas foram realizadas e há uma vitória para cada lado. O duelo de domingo pode dar a vantagem para um dos dois clubes.