Ricardo Gomes destaca evolução nos atletas do Botafogo: "Estamos melhorando a cada dia"

Técnico ressalta importância da vitória sobre o Bragantino e muda o foco para o jogo a ser realizado no fim de semana

Ricardo Gomes destaca evolução nos atletas do Botafogo: "Estamos melhorando a cada dia"
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

Na noite de quarta-feira (27), o Botafogo derrotou o Bragantino por 1 x 0 na Arena Botafogo, com gol marcado por Vinícius Tanque, e conseguiu a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil

Após a partida, o técnico Ricardo Gomes externou seu alívio após uma sequência de quatro jogos sem vencer da equipe alvinegra, destacou a evolução do time e já mudou o foco para o próximo compromisso, desta vez contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro.

"É um jogo de copa. É um adversário difícil, ficou no Rio depois do jogo contra o Vasco se preparando. Diferente da competição de pontos corridos, outra estratégia, foi muito difícil. Estavam bem posicionados, difícil de entrar. Tivemos problemas nos 20 primeiros minutos, depois nos encontramos, mas sem ameaçar. No segundo tempo fomos bem, conseguimos a vitória e já estamos pensando no jogo contra o Palmeiras. As coisas estão caminhando com todos. Já não tem essa história de lesões. O time está pegando corpo. Não merecíamos a derrota contra a Chapecoense. Estamos melhorando a cada dia", afirmou.

O treinador deixou claro que a cobrança seja da comissão técnica ou da torcida,  é algo natural, ainda mais na situação do clube na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro - na 17ª posição - e enxerga uma melhora de ambiente após o resultado positivo.

"Já demos sinais contra Flamengo, Chapecoense, mas nem sempre conseguimos traduzir esse domínio em gols. A classificação melhora o astral. Mas a cobrança vem de sempre.Essa vitória moraliza todos. Jogadores, comissão técnica. Isso é importante", falou o comandante.

Autor do gol do jogo, Vinicius Tanque foi elogiado por Ricardo Gomes. O treinador frisou a necessidade de uma sequência de partidas para que o atacante consiga manter a evolução e destacou suas características dentro de campo.

"Se pegar os números dele no sub-20 são muitos bons, especialmente no último ano. Ele trabalhou comigo no ano passado. E nos ajudou em três ou quatro jogos. Por vezes, você lança o garoto, e se ele ficar muito tempo sem jogar se perde a boa formação do Botafogo. Ele não teve sequência quando foi emprestado (ao Volta  Redonda). Voltou ao clube sem ritmo até entrar em forma. Ele é forte, tem uma boa visão. Não é muito habilidoso, mas é um bom finalizador", concluiu.