Com objetivos distintos, Botafogo e Grêmio duelam em jogo adiado do primeiro turno

Fogão quer se afastar da zona de rebaixamento e Tricolor busca voltar ao G-4 do Campeonato Brasileiro

Com objetivos distintos, Botafogo e Grêmio duelam em jogo adiado do primeiro turno
Foto: Vitor Silva / Botafogo FR
Botafogo
Grêmio
Botafogo: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca (ou Carli), Emerson e Victor Luis; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Sassá.
Grêmio: Bruno Grassi; Edilson, Wallace Reis, Walter Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon e Jailson; Douglas, Luan e Henrique Almeida.
ÁRBITRO: Wagner Reway (MATO GROSSO)
INCIDENCIAS: Partida adiada da 19ª rodada do Campeonato Brasileiro 2016, disputada na Arena Botafogo, no Rio de Janeiro

Botafogo e Grêmio estão com objetivos plenamente diferentes dentro da tabela do Campeonato Brasileiro. Às 16h00 deste domingo (4), porém, a busca pela vitória será incessante pelos dois lados. O Fogão tem 26 pontos e está com apenas dois de vantagem para a zona de rebaixamento. Já o Grêmio tem 36 e quer voltar ao G-4 da competição.

A partida é válida pela 19ª rodada do primeiro turno e foi adiada pela disputa dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O duelo na Arena Botafogo é de fundamental importância, além do mais, porque ambos os clubes somaram resultados frustrantes na 22ª rodada do torneio por pontos corridos. O Fogão perdeu fora para o Atlético-PR, enquanto o Grêmio empatou em casa contra o Atlético-MG.

Botafogo quer esquecer resultados ruins e voltar sequência positiva

Se a última rodada do Brasileiro foi ruim com a derrota em Curitiba, o meio de semana com a Copa do Brasil foi para qualquer alvinegro esquecer. Uma perda por 5 a 2 para o Cruzeiro abalou os ânimos em General Severiano. Para driblar esse momento recente, nada melhor do que buscar os três pontos contra o Grêmio e manter distância da zona de rebaixamento.

Foi esse o discurso do atacante Sassá, um dos destaques botafoguenses na temporada. No Brasileirão, o jovem tem nove gols marcados e está próximo até da artilharia geral da competição.

"Conseguimos encaixar uma boa sequência, depois veio o deslize contra o Atlético-PR. O jogo contra o Grêmio é super importante. Estamos num estágio que incomoda ainda, a dois pontos da zona. Se vencermos podemos começar a pensar na parte de cima da tabela. A gente pede o apoio da torcida, que é fundamental", comentou o jogador.

Sassá também ponderou o revés sofrido diante do Cruzeiro. Comentou que o time fez um bom primeiro tempo e os problemas surgiram na etapa final, quando o placar fugiu do controle alvinegro. Apesar disso, ele reitera a confiança nos companheiros Renan Fonseca e Emerson, responsáveis pela defesa.

A novidade entre os titulares deve ser a presença do lateral-esquerdo Victor Luis, na vaga de Diogo, suspenso. O Botafogo titular deve ser: Sidão, Luis Ricardo, Renan Fonseca (ou Carli), Emerson e Victor Luis; Airton, Rodrigo Lindoso, Bruno Silva e Camilo; Neilton e Sassá.

Após solicitação negada, Grêmio precisa superar ausência de jogadores nas seleções

O Botafogo é respeitável pela quantidade de atletas campeões cedidos à seleção brasileira: Nilton Santos, Garrincha, Jairzinho... Mas o momento atual é de gremistas convocados para atuar com a camisa cinco estrelas. O goleiro Marcelo Grohe e o zagueiro Pedro Geromel estão em Manaus nas preparações para enfrentar a Colômbia, na terça-feira.

Já o equatoriano Miller Bolaños segue sem poder constituir uma sequência de jogos com o Tricolor gaúcho. Isto porque o atacante serve a seleção do Equador, que enfrenta o Peru, também na terça. Por conta desses desfalques, os gaúchos tentaram acionar a nova transferência da data contra o Botafogo junto à CBF, mas o pedido foi negado.

Em caso de vitória no estádio Luso-Brasileiro, a Arena Botafogo, o Grêmio pula do 6º lugar para o G-4, indo dos 36 para os 39 pontos. Assim, deixaria para trás o Corinthians e o Santos na tabela. Superar a ausência dos selecionados é o principal desafio. Apesar disso, os garotos de ouro da seleção olímpica mantém a sequência de partidas e voltam ao Rio de Janeiro: o volante Walace e o falso nove Luan.

Para o lugar de Grohe, o goleiro será Bruno Grassi, Para a vaga de Geromel, a dupla de zaga novamente será formada por Wallace Reis e Kannemann, que estiveram juntos no último domingo, no empate com o Galo. No ataque, à frente dos três medioapoiadores, como chama Roger Machado, estarão Douglas, Luan e a oportunidade dada a Henrique Almeida.

Dessa maneira, o técnico Roger monta assim o Grêmio para cumprir o jogo adiado: Bruno Grassi; Edilson, Wallace Reis, Walter Kannemann e Marcelo Oliveira; Walace, Maicon e Jailson; Douglas, Luan e Henrique Almeida.