Roger é diagnosticado com tumor renal e não jogará mais em 2017

Vivendo uma das suas melhores temporadas, Roger interrompe o ano para cuidar de grave problema de saúde

Roger é diagnosticado com tumor renal e não jogará mais em 2017
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo FR)

O Botafogo enfrenta uma triste notícia nesse sábado (30). Exames realizados no atacante Roger, de 33 anos, revelaram um tumor renal no atleta. O departamento médico deve esperar novos exames para se pronunciar quanto à gravidade, mas o jogador não voltará a campo para terminar a temporada 2017. 

O Botafogo ainda aguarda para conversar com o jogador antes de se manifestar nas redes sociais. A princípio, Roger passará apenas por uma operação para a retirada do tumor, não sendo preciso, por enquanto, sessões de radioterapia e quimioterapia. 

Roger chegou ao Botafogo no fim de 2016 para participar da campanha do clube na Copa Libertadores em 2017. Muito criticado pela torcida, caiu nas graças ao marcar 8 gols contra os três principais rivais do Glorioso e ganhou apelido de "homem-clássico". O centroavante vivia um dos melhores momentos da sua carreira. Foram 17 gols em 49 jogos, marca próxima a de 2016: 22 gols, seu recorde.

Além da artilharia em General Severiano, ele é um dos que mais marcou gols no Campeonato Brasileiro: 10 gols, empatado com Lucca, da Ponte Preta, e atrás de , do Corinthians, e Henrique Dourado, do Fluminense

Para a próxima partida, o alteta já estava suspenso por ter tomado o cartão amarelo contra o Coritiba. Brenner deve entrar para substituí-lo no domingo (01), no Estádio Nilton Santos, contra o Vitória. O contrato de Roger com o clube alvinegro vai até dezembro de 2017.