Sem muitas opções ofensivas, Botafogo solicita retorno de Pachu junto ao Santa Cruz

Jovem jogador, que sequer estreou pelo clube de Pernambuco, está de volta ao elenco e é mais uma opção de Jair Ventura para o restante do Campeonato Brasileiro

Sem muitas opções ofensivas, Botafogo solicita retorno de Pachu junto ao Santa Cruz
Foto: Vitor Silva/SS Pres/Botafogo

Devido à carência de atacantes no elenco, visto o afastamento de Roger para tratar de um tumor renal, a comissão técnica do Botafogo solicitou, nessa semana, a volta do jovem Pachu, que esteve emprestado nos últimos dois meses ao Santa Cruz, que atualmente disputa a Série B do Campeonato Brasileiro.

Titular na equipe campeã do Campeonato Brasileiro Sub-20 do ano passado, Pachu era um dos jogadores mais importantes daquela equipe, treinada por Eduardo Barroca. Na ocasião, jogava como um meio campo que se aproximava do atacante Renan Gorne. Uma espécie de segundo atacante, já que, às vezes, também aparecia para servir Yuri ou Alison, que jogavam abertos pelos lados.

Apesar disso, na equipe principal do clube de General Severiano sempre jogou mais à frente no campo de ataque. Impressionou Jair Ventura nos treinamentos do ano passado e chegou até a estrear no último Brasileirão, na partida da última rodada, contra o Grêmio, no Rio Grande do Sul – jogo que sagrou a classificação do Alvinegro para a Libertadores desse ano.

Em 2017, porém, não mostrou boas atuações na equipe principal. Sempre que esteve em campo, não contribuiu muito com a criação de jogadas da equipe. Por esse motivo, a comissão técnica decidiu que um empréstimo seria vantajoso para desenvolver as habilidades do atleta.

No Santa Cruz, porém, não disputou nenhuma partida. Há dois meses no clube Cobra Coral, esteve presente apenas no banco de reservas em algumas ocasiões. O clube de Pernambuco atualmente está na 18ª posição da Série B. Diante da necessidade atual no elenco, fora reintegrado e voltou a ficar à disposição de Jair Ventura para o restante do Campeonato Brasileiro.

O jovem se juntará à Brenner e Vinícius Tanque como opções de ataque para Jair Ventura. Diferentemente dos dois citados, Pachu pode trazer mobilidade ao ataque do Botafogo, podendo jogar também atrás de um dos dois, o que significaria em uma mudança tática no esquema Alvinegro. 

Botafogo de Futebol e Regatas