Desempenho positivo em últimas rodadas motiva Botafogo contra Cruzeiro

Nos últimos dez anos, Botafogo soma 4 vitórias, 4 empates e apenas uma derrota em jogos na última rodada do Campeonato Brasileiro

Desempenho positivo em últimas rodadas motiva Botafogo contra Cruzeiro
Foto: Lucas Uebel/Getty Images

Assim como em outros anos recentes, o Botafogo chega com uma responsabilidade na última rodada do Campeonato Brasileiro. Ou seja, diferente de muitos clubes, o Glorioso ainda leva a competição a sério – seja para evitar um rebaixamento ou conquistar uma vaga na Libertadores, o Alvinegro está acostumado a estar com essa “pressão” nesse importante estágio da competição, que é a reta final.

Se isso pode ficar ao lado do Botafogo na hora de entrar em campo para enfrentar o Cruzeiro, no próximo domingo (3), que ainda luta por uma vaga na Pré-Libertadores ou até fase de grupos, o Glorioso perdeu apenas um de seus últimos 10 jogos válidos por últimas rodadas de Campeonatos Brasileiros.

Nos últimos 10 Brasileirões, excluindo, obviamente, o de 2015, quando o Botafogo disputou a Série B, a equipe de General Severiano , a equipe soma quatro vitórias, quatro empates e apenas uma derrota – para o Grêmio, por 3 a 0, em 2010. A VAVEL Brasil separou as partidas de últimas rodadas mais emblemáticas da equipe durante esse tempo.

2009: uma campanha muito irregular resultaria em um Botafogo desesperado no dia 6 de dezembro daquele ano. O adversário era o Palmeiras, que almejava uma vaga na Libertadores. No Engenhão, o placar foi aberto logo aos 10 minutos, graças a um gol de cabeça de Wellington após um cruzamento de Lúcio Flávio. Marcante naquela campanha, por conta dos gols decisivos, Jobson aproveitaria, dez minutos depois, uma grande jogada de Renato para aumentar o placar. O Palmeiras chegou a diminuir com Robert, mas já era tarde para uma reação, o que possibilitou a permanência do Botafogo na Série A.

2011: o Botafogo ficou grande parte desse campeonato ocupando o G-4 da competição e sendo um dos times que mostravam o melhor futebol, o que era traduzido em bons resultados e a esperança do torcedor de retornar à Libertadores após tanto tempo. A equipe, porém, sofreu um apagão: com cinco derrotas entre a 33ª e 37ª rodadas, o Alvinegro chegou na última rodada fora da zona de classificação para a competição continental. O empate com o Fluminense por 1 a 1, com gols de Fred e Felipe Menezes, sintetizou uma das campanhas mais trágicas do Botafogo na era dos pontos corridos.

2013: o “fantasma de 2011” era gigantesco, já que o Botafogo havia passado 33 rodadas desse Brasileirão no G-4, mas chegava na última rodada precisando de outros resultados para se classificar para a Libertadores. No Maracanã, um show: 3 a 0 no Criciúma, com gols de Lodeiro, Elias e Seedorf – a cereja do bolo viria do Serra Dourada, onde o Santos derrotara o Goiás pelo mesmo placar, garantindo o quarto lugar ao Botafogo. Dias após, a equipe de General Severiano contou com o título do Lanús na Copa Sul-Americana para confirmar, de vez, a classificação para a Libertadores do ano seguinte.

2016: memória recente, o Botafogo fez uma sólida campanha no segundo turno do Brasileirão de 2016, deixando a zona de rebaixamento e chegando à última rodada dentro do G-6. O adversário era o Grêmio, no Rio Grande do Sul, e o placar foi aberto ainda no primeiro tempo, graças a um gol acrobático de Bruno Silva. A coisa se tornaria mais difícil após a expulsão de Airton, mas nada que conseguisse tirar a vantagem alvinegra da partida, que garantiu o Glorioso na Libertadores desse ano. Coincidência ou não, o Tricolor era o campeão da Copa do Brasil daquele ano, assim como o Cruzeiro é agora. Será que a história se repetirá?

(Foto: Lucas Uebel/Getty Images)

Outros resultados

2007: Botafogo 1 x 1 Figueirense

2008: Palmeiras 0 x 1 Botafogo

2010: Grêmio 3 x 0 Botafogo

2012: Flamengo 2 x 2 Botafogo

2014: Botafogo 0 x 0 Atlético-MG