Por plano de Sócio-Torcedor, Botafogo desiste de usar Nilton Santos para clássicos no Carioca

Medida da FERJ, que obrigava divisão 50/50 em clássicos do campeonato estadual, faz Botafogo recuar e desistir de utilizar Estádio Nilton Santos na competição

Por plano de Sócio-Torcedor, Botafogo desiste de usar Nilton Santos para clássicos no Carioca
Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo

Um dos símbolos do Botafogo em 2017, o Estádio Nilton Santos não receberá clássicos do clube de General Severiano no Campeonato Carioca em 2018. Por conta de algumas medidas tomadas pela FERJ, instituição que cuida do esporte no estado, juntamente com representantes dos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro, a diretoria do Glorioso resolveu chegou a essa decisão, buscando agradar aos seus torcedores.

A Federação Carioca estipulou que qualquer clássico, não importando em qual estádio ou em qual fase da competição, do Campeonato Carioca fosse dividido entre as torcidas, com cada uma ocupando 50% das respectivas arenas. O Botafogo, que lança programas de sócio-torcedor para três de seus setores, acabaria “perdendo” a ala Leste do Nilton Santos e, consequentemente, os sócios que adquiriram pacotes para essa localidade ficariam sem o direito de assistir aos jogos, já que ocupariam, teoricamente, o espaço para os fãs da equipe adversária.

Por isso, a diretoria do clube afirmou que um clássico envolvendo o Botafogo no estádio seria viável apenas com uma divisão 90/10, o que foi descartado pelos demais integrantes dos três grandes times do estado em reunião na última segunda-feira (8). Dessa maneira, os clássicos que o clube de General Severiano será mandante deverão ser no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, ou no Maracanã, já que São Januário não receberá partidas entre os grandes clubes do estado.

“O Botafogo só pode jogar lá (no Estádio Nilton Santos) com torcida 90/10, por temos nosso programa de sócio-torcedor. Temos o lado Leste e Norte do estádio ocupado pelo sócio-torcedor. Do outro lado, é ocupado por sócios-proprietários. Então, para nós fica muito dificil. Agora, se houver um Fluminense x Vasco e pagarem para jogar lá, tudo bem. Assim como qualquer outro jogo.”, afirmou Nelson Mufarrej, novo presidente do Botafogo, abrindo a possibilidade das outras equipes mandarem seu clássicos no Nilton Santos, mediante o pagamento de 200 mil reais, valor pré-acordado entre os clubes.