Com falha de Jefferson e gol no último lance da partida, Botafogo empata com a Portuguesa-RJ

Alvinegro carioca é dominado no primeiro tempo e consegue o empate aos 48 do segundo tempo

Com falha de Jefferson e gol no último lance da partida, Botafogo empata com a Portuguesa-RJ
Foto: Divulgação/ Botafogo F.R.
Botafogo
2 2
Portuguesa-RJ
Botafogo: JEFFERSON; ARNALDO, JOEL CARLI (MARCELO), IGOR RABELLO, GILSON; MATHEUS FERNANDES (R. LINDOSO), JOÃO PAULO, LEO VALENCIA (MARCOS VINÍCIUS); LUIZ FERNANDO (LUCAS CAMPOS), RODRIGO PIMPÃO (EZEQUIEL) E BRENNER. TÉC: FELIPE CONCEIÇÃO
Portuguesa-RJ: MILTON RAPHAEL; CÁSSIO, LUAN, MARCÃO, DIEGO MAIA; MUNIZ (ABUDA), JHONNATAN, MAICON ASSIS (PHILIP); SASSÁ (RAYLLAN), ALEXANDRO, ROMARINHO (MANTEIGA). TÉC: JOÃO CARLOS ÂNGELO
Placar: 0-1, MIN. 9 1T, SASSÁ. 0-2, MIN. 35 1T, SASSÁ. 1-2, MIN. 7 2T, BRENNER. 2-2, MIN. 48 2T, MARCOS VINICIUS
INCIDENCIAS: JOGO VÁLIDO PELA TAÇA GUANABARA ENTRE BOTAFOGO E PORTUGUESA-RJ NO ESTÁDIO NILTON SANTOS

Em altos e baixos na partida, o Botafogo apenas empatou com a Portuguesa-RJ nesta quarta (16), pela primeira rodada da Taça Guanabara. Sofrendo com a pressão de um time já em preparação há 2 meses, o alvinegro sofreu com erros e Sassá marcou 2 gols, sendo o último com falha de Jefferson. Já no segundo tempo o time mandante voltou a ser impôr e com gols de Brenner e Marcos Vinícius, as duas equipes saíram pontuando do Estádio Nilton Santos.

Botafogo é dominado, paga pelos erros e sofre no primeiro tempo

A equipe alvinegra começou o jogo com erros de passes frequentes, em um total até o fim da primeira etapa sendo 22. Com diversas falhas defensivas, falta de criação de oportunidades, a Portuguesa dominou a primeira etapa.

Sem muita demora, o time da llha do Governador abriu o placar logo aos 9 minutos após escanteio e bate rebate na área que sobrou para Sassá abrir o placar. Aos 35 minutos, o momento mais chocante da partida: Sassá arriscou de fora da área e Jefferson espalmou errado a bola, alterando sua rota para o fundo do gol e não para suas mãos. Após tal falha, o goleiro alvinegro pediu desculpas a torcida.

Ao final da primeira etapa, as vaias tomaram conta do Estádio Nilton Santos e a surpresa de todos pelo futebol apresentado pela Portuguesa, que teve como grande destaque Sassá.

Nova etapa, novos papéis e emoção até o último lance

A Portuguesa entrou de forma submissa no segundo tempo, sendo dominada pelo Botafogo e não criando mais oportunidades de perigo para Jefferson. Em um lance incomum, Romarinho errou a cabeçada e colocou a mão na bola, gerando pênalti para o alvinegro. Brenner converteu e recolocou o mandante na partida.

Após muita pressão, no último lance o "alívio". No último lance da partida aos 48, após escanteio cobrado e novo bate rebate na área, o Botafogo conseguiu um gol com Marcos Vinícius em chute no canto direito sem chances para Milton Raphael.

O Botafogo volta a campo Sábado (20), às 19:00 contra o Fluminense pela segunda rodada da Taça Guanabara, no Maracanã.