João Paulo analisa estreia do Botafogo na Taça Guanabara: “Não dá para dizer que foi bom”

Equipe de General Severiano empatou por 2 a 2 contra a Portuguesa-RJ, no Estádio Nilton Santos

João Paulo analisa estreia do Botafogo na Taça Guanabara: “Não dá para dizer que foi bom”
(Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo FR)

Botafogo não começou o Campeonato Carioca com o pé direito. A equipe alvinegra enfrentou a Portuguesa na última terça-feira (16) e teve que suar para buscar o empate no último minuto dentro de casa. O meia João Paulo avaliou a atuação da equipe e atentou para os erros cometidos e o pouco tempo de preparo contra um adversário que vinha treinando desde novembro.

“Bom não dá para dizer que foi. Empatar em casa nunca é bom. Pelas circunstâncias podemos considerar o empate, as poderíamos ter feito mais. Demoramos a nos encontrar no primeiro tempo, mas foi apenas o primeiro jogo. Não é desculpa, tivemos algumas bobeiras na bola parada e tivemos que buscar o empate, o que não foi fácil. Vamos ver o que fizemos errado para melhorar. Em termos físicos, estaremos melhores a partir do terceiro jogo. Foram apenas dez dias de treinos”, analisou.

Apesar da derrota, o jogo serviu para começar a analisar as ideias e diferenças do Botafogo de Felipe Conceição. Estreante da noite, o técnico pôs em campo um Botafogo com passes rápidos, triangulações e proposta de jogo, principalmente no segundo tempo – diferente do time de Jair Ventura. “É cedo para analisarmos de uma forma mais complexa. Estou um pouco mais avançado nessa linha de quatro. O Felipe conta com ideias bem claras e a tendência é dar certo. Vamos ver na sequencia como vamos evoluir. É um sistema que vai mudando e muitas vezes eu volto para defender. O Felipe dá mais liberdade para quem joga pelos lados, mas sempre com o compromisso de voltar para marcar”, explicou João Paulo.

Ainda é cedo para avaliar o trabalho de Conceição. O calendário injusto, por conta da Copa do Mundo, e a pressão da torcida acumulada pela temporada passada torna o trabalho ainda mais complicado, mas João Paulo confirma que o grupo está unido para fazer em campo o que é proposto taticamente pelo treinador. “Os conceitos são claros. É inteligente, estudioso. Passa para nós como quer que a gente faça e estamos todos bem confiantes para o nosso futuro. Já no sábado podemos dar uma resposta melhor do que podemos fazer para o nosso grupo e nosso torcedor. Vamos buscar esses três pontos”, assegurou o meia.

A próxima missão do Botafogo já é um clássico. O alvinegro carioca irá enfrentar o rival Fluminense, no sábado (20), no Maracanã. João Paulo não quis entrar em detalhes de como sua equipe está se preparando para a próxima partida e sim priorizou o que tem de ser melhorado no Botafogo para conseguir os 3 pontos e acalmar os ânimos do torcedor. “Pensamos no Botafogo e não olhamos muito para fora. Temos nossos problemas e deveres e temos que ver primeiro o que precisamos melhorar. O Fluminense conta com bons jogadores e certamente será um jogo de igual para igual”, finalizou.