Felipe Conceição elogia Bota na primeira etapa mas reconhece queda no segundo tempo

Com segundo empate consecutivo na Taça Guanabara, equipe alvinegra ocupa a 4ª posição do Grupo C

Felipe Conceição elogia Bota na primeira etapa mas reconhece queda no segundo tempo
Felipe Conceição durante jogo contra o Fluminense (Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo FR)

O Botafogo segue sem vencer na Taça Guanabara. A equipe de General Severiano teve o seu segundo empate na competição nesse sábado (20), contra o rival Fluminense, no Maracanã. Após o clássico finalizado em 0-0, o técnico alvinegro, Felipe Conceição, elogiou a postura do time no primeiro tempo e afirmou a esperança nos jovens, mas chamou a atenção para a queda de todo o time na segunda etapa.

 “A gente está construindo um futuro para o clube e precisamos sustentar aquele primeiro tempo nas próximas partidas. Fizemos um ótimo primeiro tempo, contra um grande técnico. Espero fazer um bom trabalho assim como o Abel fez ano passado com os jovens”

É apenas o começo da temporada e do trabalho de Conceição, mas os dois empates consecutivos na Taça Guanabara são episódios que servem para visualizar os erros e não repetir. O técnico ainda fez uma comparação com o jogo do meio da semana, quando empatou por 2-2 contra a Portuguesa. “Acho que se a gente for comparar as duas partidas, enfrentamos uma equipe diferente. Não tivemos uma semana de trabalho. Hoje, achei que minha equipe foi superior. Na segunda etapa, o Fluminense foi melhor”, analisou.

Felipe Conceição também comentou, após o jogo, sobre a decisão de sacar Rodrigo Lindoso no lugar de Valencia. A substituição foi criticada por alguns pelas características diferentes dos meias: Valencia é mais ofensivo, com mais chegadas à área, enquanto Lindoso atuava, com Jair Ventura, como um volante mais recuado. “Mudou a característica, mas não a ideia de jogo. Tenho que construir essa sustentação. Lindoso não tem a mesma característica que o Leo, mas precisávamos segurar mais a bola”, explicou.

Desde a reta final da temporada passada, Rodrigo Pimpão vem sendo um dos principais alvos da torcida alvinegra. O atacante chegou a denunciar sofrer ameaças por torcedores no final de 2017. De lá para cá, parece que a relação com a torcida não melhorou: o atleta foi bastante vaiado nos dois jogos do estadual. No entanto, o treinador reiterou a confiança no jogador e o elogiou sua postura no primeiro tempo. “Pimpão esteve no nível dele do primeiro tempo e caiu no segundo como toda a equipe. O Pimpão fez uma excelente partida no primeiro tempo.”

O recém-promovido treinador comentou sobre uma possível saída do zagueiro Igor Rabello. O jovem, que é “cria” da base do clube, já recebeu proposta da Udinese-ITA, já recebeu olheiros do Anderlecht-BEL e recentemente foi divulgado que o Spartak, da Rússia, estaria interessado na sua contratação. “Caso ele saia, a reposição técnica preocupa. Acho que está evoluindo mais esse ano, tendo a condição de jogar em uma linha mais alta. Ele e Marcelo sustentaram muito bem”, analisou Felipe Conceição. A multa de Rabello, que tem contrato até dezembro de 2019, é de 10 milhões de euros.