Em busca da primeira vitória em 2018, Botafogo visita Macaé pela Taça Guanabara

Alvinegro busca primeiro triunfo no ano em partida muito importante em termos de classificação para semifinal do primeiro turno do Campeonato Carioca

Em busca da primeira vitória em 2018, Botafogo visita Macaé pela Taça Guanabara
Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo
Macaé
Botafogo
Macaé: Andrey; Marcelo, Luis Felipe, Admilton, Matheus Oliveira; Charles, Igor João, Lepu, Alex; Carlinhos, Pipico. Técnico: Josué Teixeira
Botafogo: Jefferson; Arnaldo, Igor Rabello, Marcelo, Gilson; Matheus Fernandes; Luiz Fernando, João Paulo, Léo Valencia, Rodrigo Pimpão; Brenner. Técnico: Felipe Conceição
INCIDENCIAS: Partida entre Macaé e Botafogo, válida pela terceira rodada da Taça Guanabara, no Moacyrzão

Buscando vencer pela primeira vez no ano, já que empatou os dois primeiros compromissos, o Botafogo jogará contra o Macaé, nesta quinta-feira (25), na primeira partida importante de 2018, já que é essencial para as pretensões de classificação da equipe de General Severiano na Taça Guanabara, primeiro turno do Campeonato Carioca. O embate será realizado no Estádio Moacyrzão, às 19h30 (de Brasília).

Com a vitória do Boavista sobre o Madureira por 1 a 0 na última terça-feira (23), a necessidade de um triunfo do Botafogo aumentou, já que a equipe de Felipe Conceição possui apenas dois pontos, enquanto que a equipe de Bacaxá, líder do Grupo C, soma 6 e o Macaé, próximo adversário e vice-líder, tem quatro. Dessa maneira, a possibilidade de classificação do Alvinegro para as semifinais está totalmente conectada com essa partida.

O Macaé, por sua vez, faz uma Taça Guanabara sólida até aqui, com uma vitória e um empate. Na primeira rodada, empatou por 2 a 2 com o Madureira em Conselheiro Galvão e, apesar de estar longe de casa, venceu a equipe do Boavista por 1 a 0 no último sábado (20). Será a primeira vez que a equipe treinada por Josué Teixeira jogará diante de seu torcedor na segunda fase da competição, já que o Alvanil esteve presente na fase preliminar.  

Macaé: objetivo é manter o trabalho

Até aqui, contando a primeira fase, o Macaé soma quatro vitórias, dois empates e uma derrota, para a Cabofriense, no campeonato. Treinando desde o fim do ano passado, o Alvanil mostra um grande entrosamento nesse começo de ano e mostra que é uma equipe muito organizada, podendo sonhar com essa classificação para as semifinais da Taça Guanabara e mostrando qualidade para a disputa do Brasileirão da Série C, que ainda terá uma data de início definida pela CBF.

O grande destaque até esse ponto é o experiente atacante Pipico, com passagens por FC Dallas, Atlético-GO, Vasco e Guarani, com quatro gols marcados, sendo o artilheiro da competição. Com todos esses fatos, é possível afirmar que o Macaé tem totais condições de continuar sonhando com seu objetivo.

Um dos responsáveis para isso é o treinador Josué Teixeira, que está na quinta passagem pelo Alvianil Praiano. “O Botafogo está passando por este processo de reformulação, mas ainda é um grande adversário. Leva um tempo para se aplicar essas mudanças na parte tática, técnica e de comando. É um grupo com jogadores de qualidade e um técnico muito bom, que fez um belo trabalho na base. Temos que estar atentos”, afirmou, comentando sobre a situação que vive o Glorioso, que ainda tenta compreender as ideologias de seu novo treinador.

Felipe Conceição pode promover mudanças na equipe

Após a partida contra o Fluminense, o treinador Felipe Conceição afirmou que a atuação de sua equipe no segundo tempo deixou a desejar, já que o Tricolor das Laranjeiras foi ligeiramente superior. Dessa maneira, não seria surpreender ver mudanças na equipe titular do Botafogo, que ainda não conseguiu se encontrar sob essas novas ideias, como propor jogo, controlar a bola e tentar criar chances desde o apito inicial.

Nomes como Leandro Carvalho e Renatinho, reforços para esses anos, poderão estar presentes no onze inicial. Se a entrada do ex-Paraná ocorrer, provavelmente o chileno Leonardo Valencia será deslocado para fazer uma função de lado de campo, que é o setor aonde melhor se encaixa. Por outro lado, os estrangeiros Joel Carli e Gatito Fernández continuam longe dos gramados por conta de problemas com lesão e serão substituídos por, respectivamente, Marcelo e Jefferson.

"A gente está procurando focar nosso desempenho no que estamos trabalhando e o que temos que evoluir. Nao senti o grupo ansioso. Estamos focados no crescimento da equipe e a vitória é consequencia. Acho que a evolução é natural. Quanto mais tempo a gente tem para ajustar e crescer, mais perto da vitória estaremos.", disse Felipe Conceição, destacando que o mais importante nesse começo de temporada é a evolução da equipe.