Após estreia no Botafogo, Renatinho garante esforço: "Pode esperar muito empenho"

Jovem jogador, de 25 anos, fez sua estreia no Campeonato Carioca durante a vitória por 2 a 1 contra o Macaé na última quinta-feira (26)

Após estreia no Botafogo, Renatinho garante esforço: "Pode esperar muito empenho"
Renatinho contra o Macaé, na 3ª rodada da Taça Guanabara 2018 (Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo FR)

Na primeira vitória da equipe no ano, o meia Renatinho fez a sua estreia no Botafogo. O jogador entrou em campo, na última quinta-feira (25), durante o segundo tempo da partida contra o Macaé para substituir o companheiro Rodrigo Pimpão. O atleta ex-Paraná arrancou elogios dos torcedores ao entrar em campo querendo mostrar serviço e aplicando dribles nos adversários. Em entrevista coletiva na tarde de sexta-feira (26), Renatinho tranquilizou a torcida dizendo que esse é o estilo de jogo que ela pode esperar do meia. 

"Estava ansioso pela estreia. Estou querendo muito e aos poucos vou me condicionando para ajudar o Botafogo. A torcida pode esperar muito empenho sempre que eu estiver em campo. Não sou um cara driblador, mas o torcedor pode contar com o meu melhor correndo, batendo falta", explicou. 

O jogador já vinha treinando com a equipe e estava apto a jogar com desde o clássico contra o Fluminense, mas só entrou em campo no último jogo e uma das razões pode ter sido a condição física. O atelta explicou que ainda não se sente confortável para atuar nos 90 minutos, mas garantiu força para chegar bem à reta final da competição. "Para ser bem sincero, jogar os 90 minutos acho que ainda não, mas estou à disposição do jogador. Isso é ritmo de jogo e aos poucos vou melhorando. Até o final do Carioca estarei bem", assegurou. 

Grupo unido

Grande parte do grupo do Botafogo já está familiarizado da temporada passada. As únicas novidades são os recém-contratados Leandro Carvalho, Renatinho e Luis Fernando e alguns jovens que vieram da base, mas já haviam passado pelo profissional, como Kanu e Ezequiel. Apesar do grupo compacto, Renatinho elogiou os companheiros de time e reiterou que não há vaidade entre os mais antigos. "Me acolheram de uma forma muito boa. Logo quando cheguei o Pimpão, que é de Curitiba, ajudou nessa adaptação. João Paulo... Estou super bem. O grupo é bom e sem vaidade. Ninguém pensa ser melhor do que ninguém", afirmou. "Estava querendo muito jogar. Tive que aproveitar o máximo para provar meu valor e buscar a titularidade, mas respeitando os companheiros".  

Outro rosto novo na equipe é o técnico Felipe Conceição, que já conta com a confiança e elogios dos comandados. Renatinho também comentou sobre a adaptação com o atual técnico e elogiou sua postura. "Estou conhecendo aos poucos. É um cara muito inteligente e tem muito a dar para nós atletas. Faz questão de falar do esquema de jogo", contou. Conceição, em outra entrevista coletiva, também havia destacado as qualidades do jogador dizendo ser um meia com muita mobilidade e boa batida na bola.

Sai Ronaldinho, entra Renatinho

O craque Ronaldinho Gaúcho anunciou nesse mês a sua aposentadoria dos gramados, mas parece que já tem jogador pensando em pegar o apelido "R10", agora vago. Renatinho explicou a brincadeira de ser chamado assim, que vem lá da época do Paraná, seu ex-clube. "Existiu isso quando jogava pelo Paraná, pois o Coritiba estava tentando o Ronaldinho. Foi uma brincadeira saudável".