Artilheiro do Botafogo no ano, Brenner celebra liderança na Taça GB: "Objetivo era esse"

Botafogo bateu o Boavista por 1 a 0 e permanece invicto na Taça Guanabara

Artilheiro do Botafogo no ano, Brenner celebra liderança na Taça GB: "Objetivo era esse"
Brenner durante a comemoração do gol contra o Boavista (Foto: Vitor Silva/SS Press/Botafogo)

A sensação é de dever cumprido. Apesar da atuação morna e de um resultado não muito expressivo, o Botafogo conseguiu ficar com a liderança do Grupo C da Taça Guanabara ao bater o Boavista, por 1 a 0, no Estádio Nilton Santos. O único gol do jogo foi do atacante Brenner, de pênalti, logo no começo da segunda etapa da partida. Após o apito final, o atleta comemorou o resultado. 

"Objetivo era esse, classificar. Hoje em dia não tem jogo fácil. Nós sempre procuramos entrar concentrados para conquistar o melhor resultado e, graças a Deus, conseguimos", afirmou. 

O Botafogo entrou em campo pensando exclusivamente nos três pontos. Se perdesse, ficaria em maus lençóis para conseguir a classificação e, caso empatasse, ainda teria que brigar com a Portuguesa. Mas, o resultado apenas por 1 a 0 foi suficiente para deixar a equipe de Felipe Conceição respirar aliviada e, segundo Brenner, deixar o caminho tranquilo para pensar contra o Madureira. "O mais importante é que a vitória nos dá tranquilidade para trabalhar. Agora é pensar no Madureira e depois na semifinal", explicou. 

Brenner também se mostrou aliviado com o gol. O atleta é o principal cobrador de pênalti da equipe e, também, o artilheiro no campeonato: 3 gols em 4 jogos na Taça Guanabara. "Se eu não faço gol, de pênalti, de cabeça, de pé esquerdo, a gente é cobrado. O importante é colocar a bola dentro do barbante", afirmou. 

Relação com a torcida

Os jogadores do Botafogo sabem que a relação com a torcida alvinegra não tem sido das melhores. Ainda com a ferida da não-classificação para a Libertadores aberta, o time tem sofrido com as vaias e desconfianças diantes de atuações abaixado do espero no Campeonato Carioca. Ainda no primeiro tempo, com o jogo no 0 a 0, o time alvinegro foi para o vestiário com o misto de vaias e aplausos. O atleta Luiz Fernando celebrou a vitória de hoje, mas espera poder oferecer mais para ter a torcida ao seu lado. "Conseguimos sair com a vitória, o que era o mais importante. Mas sabemos que a torcida espera mais", lembrou o jogador.

Tem novidade na área! 

Enquanto o Botafogo buscava a vitória no Estádio Nilton Santos, o jogador Kieza, ex-Vitória, chegava ao Rio de Janeiro na tarde de domingo (28). O centroavante de 31 anos é o quarto reforço da equipe na temporada. O xodó da torcida, Ezequiel, comentou a chegada do companheiro de equipe. "O nome dele já diz. Muita experiência. Vai ajudar a gente", assegurou. Kieza deve passar por exames médicos na segunda (29) e assinar por duas temporadas.