Em nota, Botafogo lamenta atos de torcedores após chegada da delegação no Rio

Clube emite postagem oficial sobre os acontecimentos que ocorreram após a chegada da equipe no Rio de Janeiro

Em nota, Botafogo lamenta atos de torcedores após chegada da delegação no Rio
Foto: VAVEL Brasil

O cenário no Botafogo vem sendo muito caótico desde a precoce eliminação da equipe na Copa do Brasil, após uma derrota para a Aparecidense. Na última quarta-feira (7), os jogadores foram recebidos no aeroporto diante de protesto de muitos torcedores, que chegaram a ir atrás do ônibus da delegação, jogando pedras e com cartazes criticando muitos atletas.

Nas redes sociais, o panorama não é diferente e muitos fãs cobram alguma medida vinda da diretoria. Felipe Conceição, obviamente, está sendo muito pressionado por conta do início ruim e pode balançar no cargo caso esses números não mudem. Obviamente, a situação no clube de General Severiano não é a das mais animadoras, e o Botafogo jogará a semifinal da Taça Guanabara contra o Flamengo, no próximo sábado (10), bastante pressionado.

Nesta quinta-feira (8), haviam viaturas de polícia no entorno do Estádio Nilton Santos, que teve alguma de suas paredes pixadas, justamente para evitar qualquer tipo de protesto violento vindo dos torcedores e para tentar manter, consequentemente, um ambiente de paz no local onde os jogadores treinaram. Além disso, o Botafogo lançou, em seu site, uma nota oficial sobre essas atitudes e toda a situação.

Confira a nota emitida pelo Botafogo

“O Botafogo de Futebol e Regatas, vem por meio desta lamentar toda e qualquer forma de violência, mal que assola a nossa sociedade diariamente. A desclassificação na Copa do Brasil não foi o resultado esperado e pelo qual trabalhamos muito e entendemos que todo protesto por parte dos botafoguenses é válido, desde que não seja de forma violenta. 

O clube repudia o ato de vandalismo contra a delegação alvinegra após a chegada ao Rio de Janeiro, que teve o ônibus apedrejado por pessoas que certamente não representam a maior parte da nossa torcida, colocando em risco a integridade física de nossos atletas e membros da comissão técnica. 

Convivemos diariamente com a violência em nosso Estado, em nossa cidade, com a população sendo vitimada, inclusive crianças. Fica a nossa indignação e também o compromisso de trabalhar cada vez mais para que o Botafogo esteja sempre no lugar que merece. Tomaremos as providências cabíveis.”