Rabello não repreende protestos da torcida do Botafogo após eliminação: "Tem todo direito"

Zagueiro concedeu entrevista coletiva ao lado do goleiro Jefferson, na manhã desta quinta-feira (8)

Rabello não repreende protestos da torcida do Botafogo após eliminação: "Tem todo direito"
Foto: Reprodução/Twitter/BotafogoOficial

Após uma semana conturbada no Botafogo e chegada no Rio com clima hostil, o alvinegro se reapresentou e treinou na manhã desta quinta (8) visando o jogo de sábado contra o Flamengo, pela semi-final da Taça Guanabara. O zagueiro Igor Rabello foi escalado para a entrevista coletiva ao lado de Jefferson, e comentou sobre os assuntos que pairavam o Nilton Santos nestes dias alvoroçados.

Sobre o episódio com a torcida, Rabello comentou que é certo a torcida protestar, mas não da forma que ocorreu. "Torcida do Botafogo tem todo direito de fazer protesto, levar cartaz, mas da forma que foi todo mundo acha errado, gerando violência. É algo que não concordamos, se uma pedra daquela acerta alguém poderia ir para o hospital", disse.

Já sobre os episódios de vaias específicas a Rodrigo Pimpão e Gilson, o zagueiro alvinegro comentou que é normal a torcida pegar no pé de jogadores específicos, mas que os erros foram gerais. "Torcida sempre vai pegar no pé de um ou outro, vai acontecer na carreira de todo mundo. São jogadores experientes, isso é tranquilo, o que aconteceu não foi culpa só deles, de todo mundo. É passar confiança para eles", comentou.

Com foco agora na semi-final sábado, Rabello falou sobre a importância de esfriar a cabeça e focar no clássico. "Agora a gente tem que pensar no próximo jogo, que é muito importante. Vamos focar, trabalhar firme para classificar", ressaltou.

Sobre a polêmica formação de 3 zagueiros, Rabello defendeu o técnico Felipe Conceição e afirmou que houve treinamentos com essa formação. "Foi opção do Felipe, a gente treinou algumas vezes. Falhamos nos lances, não podem sair dois cruzamentos e dois gols. Foi a primeira vez que jogamos nessa formação, se a gente quer melhorá-la tem que jogar e treinar mais para dar certo", argumentou.

O Botafogo voltará a campo no sábado (10), pela semi-final da Taça Guanabara contra o Flamengo, no Estádio da Cidadania em Volta Redonda.