Ceará enfrenta Brasil de Pelotas em duelo de equipes que almejam G-4 da Série B

Cearenses e gaúchos se enfrentam no mesmo estádio em que Xavante conseguiu acesso à Série B em 2015

Ceará enfrenta Brasil de Pelotas em duelo de equipes que almejam G-4 da Série B
Ceará inicia rodada em 7º e Brasil em 5º (Christian Alekson / Ceará SC)
Ceará
Brasil de Pelotas
Ceará: Éverson, Eduardo, Sandro, Charles e Thallyson; Richardson, Baraka, João Marcos, Tomas Bastos (Zé Mário) e Felipe; Rafael Costa. Técnico: Sérgio Soares
Brasil de Pelotas: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira e Felipe Garcia; Nathan e Ramon. Técnico: Rogério Zimmermann
INCIDENCIAS: Partida válida pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, disputada no estádio do Castelão, em Fortaleza

Pela 9ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, Ceará e Brasil de Pelotas duelam nesta terça-feira (14), às 21h30, no estádio do Castelão, em Fortaleza. Mandante, o Ceará busca chegar novamente nas proximidades do G-4, já que é 7º colocado, com 13 pontos.

Já o Xavante largou bem na competição e figurou no grupo que sobe à elite neste início, mas, no momento, ocupa o 5º posto na tabela de classificação da segunda divisão, com 14 pontos.

Um detalhe que chama a atenção é a suposta amizades entre os clubes, gerada após o Brasil de Pelotas subir à Série B, quando eliminou o rival do Ceará, o Fortaleza, no mesmo estádio do Castelão, no ano de 2015, pela fase quartas de final da terceira divisão nacional.

Ceará busca superar desfalques na Série B

O Vovô chegou a vencer três partidas consecutivas na competição, mas, agora, precisa se recuperar da derrota para o Luverdense.

Será o 100º jogo do técnico Sérgio Soares frente ao clube cearense. Ele tem 51 vitórias, 26 empates e 22 derrotas no comando alvinegro. Números que conduzem um aproveitamento de 60% dos pontos.

Ceará teve seis desfalques para atuação em Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso. Sérgio Soares teve problemas de relacionar atletas em função de lesões e também pela suspensão automática do meia Felipe, que retorna ao time.

O lateral-direito Tiago Cametá sentiu problema na parte anterior da coxa direita e não enfrentou o Luverdense e será reavaliado para verificar as condições de estar em campo nesta terça.

Já o atacante Bill foi suspenso por dois jogos pelo STJD por gestos obscenos contra a torcida do Avaí. O clube cearense busca anulação da decisão do Supremo Tribunal de Justiça Desportiva.

Outro dos principais desfalques é o zagueiro Antonio Carlos, ex-Botafogo, Fluminense e São Paulo. O jogador sofreu uma lesão no ligamento colateral do joelho e fica fora de quatro a seis semanas. Um problema a longo prazo para o técnico Sérgio Soares.

O provável Ceará diante do Brasil de Pelotas tem: Éverson, Eduardo, Sandro, Charles e Thallyson; Richardson, Baraka, João Marcos, Tomas Bastos (Zé Mário) e Felipe; Rafael Costa.

Brasil sem Cirilo e Marcos Paraná

O técnico Rogério Zimermman está à frente do Xavante desde 2012. Tirou o time da segunda divisão gaúcha para escalar o Campeonato Brasileiro até a Série B. Após a vitória de 1 a 0 sobre o Tupi, no último sábado (10), o treinador desabafou frente ao torcedor por ter ouvido vaias, em uma postura considerada exagerada por alguns.

Apesar das dificuldades, o Brasil fez novamente o dever de casa e acumula quatro vitórias e um empate em sua casa. Fora dela, porém, ainda não venceu e considera que já está mais do que na hora. São dois jogos fora nesta sequência: contra o Ceará e o Sampaio Correa.

O zagueiro Cirilo segue lesionado com problema muscular na coxa. A zaga tem sido formada por Leandro Camilo e Teco. Já o atacante Marcos Paraná, presença ofensiva importante, está fora por ter recebido o terceiro cartão amarelo, por reclamação com a arbitragem, no último jogo.

Entre as novas opções do técnico Zimmermann estão o meia Clébson, que enfrentou o Tupi nos minutos finais, com bom rendimento e participação, e o atacante Elias, ex-Aimoré, que ainda não estreou com o time em competições oficiais. Atacante de lado de campo, Nathan é mais uma cartada possível pelo comandante do time gaúcho.

A volta é a do lateral-direito Wender, que cumpriu suspensão por expulsão e deve voltar à vaga no lugar do substituto Weldinho. O provável Brasil tem Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Washington, Diogo Oliveira e Felipe Garcia; Nathan e Ramon.