Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico do Ceará

O novo treinador alvinegro será apresentado nesta quarta-feira (30), as 17h, na sala de imprensa da sede do clube, em Porangabuçu

Gilmar Dal Pozzo é o novo técnico do Ceará
O ex-goleiro, tem 47 anos e iniciou a carreira como treinador em 2008 (Foto: Christian Alekson/Cearasc.com)

A Diretoria do Ceará anunciou o nome de Gilmar Dal Pozzo para o comando técnico da equipe em 2017. O anúncio foi feito na noite desta segunda-feira no site oficial do clube. O novo treinador alvinegro será apresentado nesta quarta-feira (30), as 17h, na sala de imprensa da sede do clube, em Porangabuçu. Em 2016, Dal Pozzo teve passagens por Náutico (onde começou a temporada) e Paysandu, mas acabou demitido de ambas as equipes por sequências de maus resultados

Dal Pozzo tem 47 anos e iniciou a carreira como treinador em 2008, no entanto conseguiu maior destaque em 2012 e 2014, quando conquistou dois acessos seguidos com a Chapecoense, chegando à Série A do Brasileirão. Nos últimos dois anos, o técnico esteve à frente dos seguintes clubes: Veranópolis/RS, Pelotas/RS, Novo Hamburgo/RS, Chapecoense/SC, Criciúma/SC, ABC/RN, Náutico/PE e Paysandu/PA. O novo comandante do clube cearense chega a Porangabuçu juntamente com o auxiliar técnico Luciano Cardozo Borges e o analista de desempenho Ben Hur Moreira Peres.

O site oficial do Ceará fez uma pequena entrevista com Gilmar Dal Pozzo. Confira abaixo: 

Qual a sua expectativa de assumir o comando técnico de um clube com uma das maiores torcidas do Nordeste?

"Em primeiro lugar, eu gostaria de agradecer por esta oportunidade. Sinto um orgulho muito grande em poder ser o comandante do Ceará. A expectativa é muito grande. É muito bom poder representar um dos maiores clubes do Nordeste e um gigante do futebol brasileiro, com uma torcida tão apaixonada. Meu desejo é fazer um trabalho excepcional para poder conquistar campeonatos pelo Ceará."

Os seus acessos com a Chapecoense ficaram marcados na sua carreira. O torcedor alvinegro espera que consiga repetir o feito agora à frente do Ceará. O que te motiva para conseguir isso no comando do Vozão? 


"Um dos motivos que tenho para isso é a projeção que o Ceará dará para mim, conquistando o Estadual e o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro. Precisamos resgatar principalmente o orgulho desta torcida, já que 2016 foi um ano sem conquistas para o Ceará. O outro grande motivo da minha decisão foi também participar da gestão. Na Chapecoense, eu participei diretamente na gestão juntamente com a diretoria na contratação de jogadores com mentalidade vencedora. Vamos escolher atletas que física, técnica e mentalmente estejam preparados e comprometidos com os desafios do Ceará neste ano. Teremos o mês de dezembro para fazer boas contratações... Montar um time com qualidade técnica e extremamente competitivo para termos sucesso no Estadual, na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro."

Como é o seu estilo de jogo? Costuma formar equipes mais ofensivas, defensivas ou preza pelo equilíbrio?

"Meu conceito de jogo é muito equilibrado. Gosto que a minha equipe proponha o jogo e saia com qualidade. Quando eu tiver com a posse de bola, que tenhamos a qualidade de jogo. A posse de bola e o bom passe são essenciais no meu estilo de jogo. Devemos assumir o jogo com extrema qualidade técnica. Sem a bola, gosto de ser uma equipe muito competitiva, forte, com uma marcação bastante agressiva e marcando dentro do campo do adversário. Além disso, prezo por uma equipe organizada, com compactação e jogando em uma linha de 30, 40 metros."

Você Já jogou contra o Ceará em outras ocasiões. Como você define a torcida do Mais Querido? Qual importância ela tem para com seus objetivos?


"Quando era atleta, joguei várias vezes contra o Ceará; na época que joguei pelo Avaí e Goiás. Como técnico, lembro de um jogo que fizemos em 2013. Eu era técnico da Chapecoense e perdemos o jogo por 3 x 1. A torcida do Ceará realmente faz a diferença, porque ela joga junto com o time, apoia e incentiva. Para nós, profissionais, a energia positiva que vem do torcedor com certeza é muito importante. Em 2017, a torcida alvinegra fará muita diferença de novo junto com uma equipe equilibrada e com sede de conquistas e títulos."