Com acesso na mesa, veja as possibilidades do Ceará na 36ª rodada da Série B

Alvinegro tanto pode subir, quanto se complicar depois da ronda desta terça-feira (14)

Com acesso na mesa, veja as possibilidades do Ceará na 36ª rodada da Série B
Vovô tem 88% de chance de subir para a primeira divisão (Foto: Lucas Moraes /cearasc.com)

Quando o apito final soar na Arena Castelão, nesta terça-feira (14), o Ceará poderá estar com vaga garantida para a Série A do Campeonato Brasileiro 2017. Depois de uma reta final consistente, igualando marca do ano que subiu pela última vez e chegando a ter quase dez jogos de invencibilidade, contando inclusive com uma vitória frente o Internacional, no Beira-Rio, o Vovô poderá decretar sua boa campanha com o prêmio cobiçado por todos. 

Mas, para que isso aconteça ao final da 36ª rodada, a agremiação cearense não depende só de si. Mas, mesmo perdendo, a única certeza para o fim da ronda é que a equipe não sairá do G-4, mas pode ficar ameaçada de sair do grupo. A verdade é que será uma rodada com dois extremos possíveis. 

Embora precise de uma combinação de resultados para subir nesta terça-feira, o time cearense tem o luxo de apenas jogar pelos seus resultados nas rodadas finais, caso não consiga nesta. Uma vitória contra o Paysandu pode deixar o Ceará bem próximo da Série A, mesmo que os jogos de Oeste e Londrina não seja favoráveis para o alvinegro.

Entenda os possíveis finais de rodada para o Ceará:

- Vitória: sobe se Oeste, que joga em casa, perder para o Internacional e Londrina, que também entrará em campo como mandante, só empatar com o Guarani. Assim, o alvinegro termina a rodada com 63 pontos, seis a mais que o Rubrão e, no máximo, sete à frente dos paranaenses, com seis pontos a serem jogados. Os paulistas não poderiam mais ultrapassar o Vovô, pois não passariam no número de vitórias, primeiro critério de desempate. Não sobe se Oeste e/ou Londrina ganharem. 

- Empate: a melhor das hipóteses é com derrotas de Oeste e Londrina. Dessa forma, terminaria a rodada com 61 pontos, quatro a mais que os paulistas e seis a mais que os paranaenses. Brigaria, nos últimos seis pontos disputados, com o Rubrão pela vaga. Caso, os adversários vençam, a diferença cairia para um ponto e três, respectivamente. 

- Derrota: Se os adversários perderem, continua tudo da forma que está - a três do Oeste e a cinco do Londrina. Caso os oponentes vençam, a diferença fica inexistente para o primeiro e de dois pontos para o segundo. Permaneceria no G-4 por ter mais vitórias que os paulistas. Em caso de empate de ambos, cairia para dois pontos e quatro, respectivamente.