Resultado Chapecoense x Joinville na final Campeonato Catarinense 2016 (1-1)

Resultado Chapecoense x Joinville na final Campeonato Catarinense 2016 (1-1)
Chapecoense
1 1
Joinville
Chapecoense: Danilo, Gimenez, Thiego, Rafael Lima, Dener; Gil, Josimar, Cleber Santana; Ananias (Maranhão, min. 28/2ºt), Lucas Gomes (Hyoran, min. 46/2ºt), Kempes (Bruno Rangel, min. 20/2ºt). Técnico: Guto Ferreira
Joinville: Agenor; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Rafael Donato, Diego; Naldo (Kadu, min. 34/1ºt), Diones, Diego Felipe (Felipe Alves, min. 20/2ºt); Pereira, Juninho (William Paulista, min. 31/1ºt), Adriano. Técnico: Hemerson Maria
Placar: 0-1, min. 42/1ºt, Diego Felipe. 1-1, min. 24/2ºt, Bruno Rangel
ÁRBITRO: Sandro Meira Ricci, auxiliado por Nadine Schramm Câmara Bastos e Kleber Lucio Gil. Amarelos: Thiego, Neném (CHA); William Paulista, Edson Ratinho (JEC)
INCIDENCIAS: Jogo de volta da final do Campeonato Catarinense 2016, na Arena Condá, em Chapecó, SC. Público: 15.279 torcedores; Renda: R$ 294.920,00

Estamos terminando a transmissão do título da Chapecoense no Campeonato Catarinense 2016. Daqui a pouco mais informações sobre a conquista da Chape no VAVEL Brasil. Boa noite a todos!

Rafael Lima e o presidente Sandro Pallaoro levantam as taças!

Jogadores da Chapecoense tem duas taças para levantar, uma do patrocinador e outra de um concurso cultural desenvolvido pela Federação em parceria com a detentora dos direitos de TV

Agora os jogadores da Chape recebem as medalhas de ouro do Catarinense

Hemerson Maria, técnico do Joinville. "Eu falei que independente do resultado, a cidade e a torcida ficaria orgulhosa. A Chapecoense ganhou de forma merecida. Nós lutamos, mas a Chape foi a legítima campeã. É levantar a cabeça e temos competições que podemos alcançar nossos objetivos"

Aplausos do elenco da Chapecoense para o time do Joinville, que recebe as medalhas de prata do Campeonato Catarinense

Jogadores do Joinville voltam ao gramado para receberem as medalhas do vice-campeonato, o terceiro seguido do JEC, que não vence o título desde 2001

Danilo, goleiro da Chapecoense. "Desde o início do campeonato, nós assumimos o favoritismo e fomos o melhor time do campeonato, isso tira um peso das nossas costas. Quero agradecer a torcida, que enfrentou frio e chuva e nos apoiou"

Guto Ferreira, treinador da Chape. "Eu acho que não é um título para mim. É para comunidade e principalmente para o grupo. A Chapecoense se preparou para esse momento, e não nos omitimos com o favoritismo. Eu acho que fechar o Campeonato dessa forma é de uma forma merecida"

Ananias, meia da Chapecoense. "Fomos merecedores, fizemos um ótimo primeiro turno, nem tão bom o segundo. Mas aguentamos as críticas e as pancadas e conseguimos o título"

Chapecoense é campeã cinco anos depois de sua última conquista. São cinco taças conquistadas agora: 1977, 1996, 2007, 2011 e 2016

Bruno Rangel, atacante da Chape. "Estou muito feliz pelo gol e por escrever meu nome na história da Chapecoense. Agora é comemorar"

TERMINA EM CHAPECÓ! A CHAPECOENSE É CAMPEÃ CATARINENSE DE 2016! Quinto título da história da Chape! Chapecoense 1x1 Joinville (agregado 2x1)

46' Última alteração da Chapecoense: Hyoran entra no lugar de Lucas Gomes

45' Três minutos de acréscimo

44' Público de 15.279 torcedores na Arenda Condá, para uma renda de R$ 294.920,00

42' Torcida da Chape já grita 'É Campeão!' na Arena Condá

40' Cinco minutos para o fim do tempo regulamentar. JEC continua precisando de dois gols

35' Chapecoense se fecha, e o Joinville tem muita dificuldade para fechar a defesa rival

33' Pereira bate falta frontal, mas manda sobre o gol de Danilo

32' Joinville precisa de dois gols para ficar com o título catarinense

27' Alteração na Chapecoense: Maranhão entra na vaga de Ananias

23' Após grande passe de Lucas Gomes, Bruno Rangel recebe com espaço pela esquerda e bate colocado para empatar o jogo! Décimo gol do artilheiro do Catarinense. Chapecoense 1x1 Joinville

23' Gooooooooooooooooool da Chapecoense!! Bruno Rangel!

22' DANILO!!!!!! Em contra-ataque puxado por Adriano e bola levantada da para a área, William Paulista ajeita de peito e Pereira bate forte, mas Danilo salva a Chape

19' Muda também a Chapecoense: sai Kempes, entra o artilheiro do Catarinense, Bruno Rangel

19' Última alteração no Joinville: sai o autor do gol Diego Felipe, para a entrada de Felipe Alves

14' Chapecoense passa a pressionar em busca de um gol que praticamente garante o título do time da casa

13' AGENOR DE NOVO! Gimenez lança para a área, Lucas Gomes domina e bate no canto, mas o goleiro do Joinville faz defesa firme

10' AGENOR! Cleber Santana tentou surpreender, a bola desvia na barreira e vai na direção do gol, mas o goleiro do JEC salva

10' Falta dura de Kadu para cima de Gimenez na linha de fundo, mas o árbitro apenas adverte o jogador do JEC

8' Início de muita luta, mas pouca inspiração. Segue Chape 0x1 JEC

Começa o segundo tempo! Bola volta a rolar para Chapecoense 0x1 Joinville

Lembrando que ainda no primeiro tempo o JEC fez duas mudanças: saíram Juninho, por opção, e Naldo, por lesão, e entraram William Paulista e Kadu

Banco do Joinville: Jhonatan, Danrlei, Mário Sérgio, Victor Oliveira, Ítalo, Breno e Felipe Alves

Reservas da Chapecoense: Nivaldo, Marcelo Boeck, Cláudio Winck, Moisés, Andrei, Hyoran, Neném, Rodrigo Andrade, Maranhão, Silvinho e Bruno Rangel

Diego Felipe, volante e autor do gol do Joinville. "A gente sabe que é um jogo difícil, mas viemos com força total e sabemos da força que a gente tem. A gente tem tudo para conseguir a vitória e conquistar o campeonato"

Diego Felipe comemora com seus companheiros o primeiro gol do JEC (Foto: Divulgação/Joinville EC)
Diego Felipe é abraçado por seus companheiros após o primeiro gol do JEC (Foto: Divulgação/Joinville EC)

Cleber Santana, meia da Chape: "O gramado dificultou as duas equipes, mas mesmo assim criamos mais, porque na única bola deles, fizeram o gol. Precisamos ter inteligência"

56' FIM DE PRIMEIRO TEMPO! Chapecoense 0x1 Joinville

51' Cartão amarelo para Edson Ratinho

50' Gramado já proporciona condições razoáveis para a troca de passes

49' QUASE KEMPES! Gil lança de cabeça, Kempes dribla Agenor, mas sem ângulo para o chute e tenta o cruzamento, mas Donato corta e a bola sobra com Agenor

47' LEVOU PERIGO! Cleber Santana cruza do lado esquerdo, a bola passa por Ananias e Kempes e passa com perigo pelo gol de Agenor

47' Vamos no mínimo até 56 do primeiro tempo, por causa da paralisação de 11 minutos por conta do encharcamento do gramado

46' Sandro Meira Ricci agora adverte o técnico Guto Ferreira por conta ainda das reclamações do lance do gol

44' Cartão amarelo para Neném, jogador da Chape que está no banco de reservas, por reclamação. Antes do lance do gol, a assistente havia marcado tiro de meta, mas Sandro Meira Ricci decidiu marcar escanteio e, na sequência, saiu o gol. Por isso a reclamação do banco da Chapecoense

42' Em cobrança de escanteio de Pereira, Diego Felipe apareceu livre na entrada da pequena área e cabeceou para o fundo do gol! Chapecoense 0x1 Joinville

42' Gooooooooooooooooool do Joinville!!! Diego Felipe!

38' Nova confusão. William Paulista divide com Dener e ainda solta o braço no rosto de Thiego, que cai no gramado. Árbitro conversa com jogadores e aplica cartão amarelo para William Paulista Thiego

37' Poças já diminuíram consideravelmente na Arena Condá, apesar do gramado continuar encharcado

36' Naldo saiu por conta de uma pancada de Ananias na cabeça e está se sentindo tonto. Vai ser atendimento pela ambulância da Arena Condá

34' Nova alteração no Joinville. Agora por contusão. Naldo sai para a entrada de Kadu. Duas alterações em menos de três minutos ainda no primeiro tempo

31' Alteração no Joinville: por opção, sai Juninho, atacante de velocidade, para a entrada do centro-avante William Paulista

30' Hemerson Maria já prepara uma alteração no Joinville

25' Chegada forte de Naldo em Ananias. Jogo novamente parado para o atendimento de ambos os jogadores envolvidos na dividida

25' Recomeça o jogo em Chapecó! Gramado teve uma ligeira melhora

Arbitragem informa que o jogo retornará em três minutos

Apesar da chuva continuar, já está em menor quantidade, e o sistema de drenagem parece estar melhorando a situação do gramado

Inicialmente o jogo ficará paralisado por 30 minutos

Elenco e técnico da Chapecoense reclamam com o árbitro por causa da paralisação, mas o gramado não proporciona condições. O jogo está parado

18' Árbitro decide paralisar a partida por conta das condições péssimas do gramado da Arena Conda

16' Sandro Meira Ricci agora conversa com os capitães sobre a continuidade ou não da partida

14' Após dividida com Naldo, Josimar cai sentindo e uma pequena confusão se inicia. Jogador da Chape reclama de uma agressão

10' GRAÇAS À POÇA! Gil recebe passe, a zaga do JEC se atrapalha e o jogador tenta carregar, mas se atrapalha no gramado e acaba perdendo grande chance para a Chape

8' Como esperado, o jogo não se desenvolve em um gramado tão encharcado

1' Gramado praticamente impraticável na Arena Condá. A bola praticamente não rola

Começa o jogo! Já se enfrentam Chapecoense x Joinville pela partida de volta da final do Catarinense

Muitas poças no gramado da Arena Condá. Gramado não suporta as fortes chuvas em Chapecó. Espetáculo certamente será prejudicado

Foto: Divulgação/Joinville EC
Foto: Divulgação/Joinville EC

Hino nacional sendo executado em Chapecó! Chove muito no oeste catarinense

Apenas uma mudança na Chape em relação a ida: Ananias, autor do gol em Joinville, entra na vaga de Maranhão. No JEC, saíram Anselmo (suspenso), Kadu e Felipe Alves para as entradas de Diones, Diego Felipe e Adriano

Joinville: Agenor; Edson Ratinho, Bruno Aguiar, Rafael Donato, Diego; Naldo, Diones,Diego Felipe; Pereira, Juninho, Adriano

Chapecoense: Danilo, Gimenez, Thiego, Rafael Lima, Dener; Gil, Josimar, Cleber Santana; Ananias, Lucas Gomes, Kempes

Times escalados para a partida em Chapecó!

Entre os cinco 'grandes' times de SC, o Joinville é o que não conquista a taça a mais tempo: desde 2001. De lá para cá, foram quatro finais, e nenhum título. A Chape tem quatro títulos, e venceu o último em 2011

JEC e Chapecoense já decidiram o Campeonato Catarinense em duas oportunidades, com uma conquista para cada um. Em 1978, título do Joinville. A última vez que se enfrentaram em final foi em 1996, com a taça indo para a Chape.

Para ser campeã, a Chapecoense pode até perder por um gol de diferença. Para o Joinville, só serve a vitória por dois ou mais gols de diferença

Relembre a partida de ida: Em jogo pouco movimentado, Chapecoense derrota Joinville e se aproxima do título

Chape venceu em Joinville com gol de Ananias (Foto: Divulgação/Chapecoense)
Chape venceu em Joinville com gol de Ananias (Foto: Divulgação/Chapecoense)

Joinville e Chapecoense vão finalmente decidir o título do Campeonato Catarinense nesse domingo, às 16 horas, na Arena Condá em Chapecó. Depois da vitória no norte do estado, a vantagem da Chapecoense na final do catarinense aumentou. O time do oeste pode até perder por um gol de diferença no jogo de volta que ficará com o título.

“A gente começou muito bem a final. Agora é continuar trabalhando forte, focado. Continuar respeitando o Joinville, porque eles merecem esse respeito. Então, continuar trabalhando forte e focado para conquistar esse título no domingo”, declarou Ananias, autor do gol da vitória contra o JEC.

O camisa 11 da Chape foi uma das mudanças de Guto Ferreira na estratégia adotada no último domingo. Mudou o esquema, a postura e mostrou a força do grupo.

“Todos que estão no banco ou até mesmo fora do banco tem que estar ligados. A oportunidade aparece para mudar o jogo, melhorar uma situação ou até para manter o resultado bom. Claro que todo mundo quer jogar. Seria hipocrisia ficar aqui falando ‘não, tá tranquilo ficar no banco’. Eu sou competitivo, quero estar de titular, mas sempre respeitando os meus companheiros e o treinador”, disse Ananias.

Se Ananias saiu do banco para garantir o gol da vitória, na meia cancha, no esquema com três volantes, quem ganhou a oportunidade entre nos onze foi o volante Josimar.“Se precisar contar comigo estarei sempre à disposição”

A Chapecoense se reapresentou na manhã desta terça-feira. Os jogadores que jogaram mais de 45 minutos contra o Joinville fizeram um trabalho de recuperação na Arena Condá. O restante do grupo participou de um treino técnico e tático no CT da Água Amarela.Nesta quarta-feira, o treinamento será no período da tarde, a partir das 15h, na Arena Condá, com portões fechados. Até sexta, os trabalhos serão no período da tarde. No sábado, o treino será pela manhã.

O Joinville voltou aos treinamentos depois da vitória por 1 a 0 sobre o Comercial-MS, que garantiu a equipe na segunda fase da Copa do Brasil. Na tarde desta quinta-feira, o trabalho ocorreu no CT Morro do Meio. O grupo de atletas fez atividades variadas.

“Fui presenteado por Deus por dar o gol da vitória de presente ao professor, pelo aniversário dele (Hemerson Maria completou 44 anos na última quarta). Tive a felicidade de ser o marcador do gol. Agora é página virada, tivemos chances. Durante o jogo não víamos a hora de terminar a partida porque nossa cabeça está na final contra a Chapecoense, na chance de marcar história no clube”.

Os que atuaram a maior parte do tempo no duelo na Arena Joinville, no dia anterior, estiveram envolvidos em trabalho de recuperação física. Os demais fizeram treinamento de força e também atividade com bola.

Boa tarde, torcedor! Acompanhe a partida entre Chapecoense x Joinville em tempo real na final do Catarinense 2016! Fique conosco!