Diego e Damião marcam, Flamengo bate Chapecoense e assume vice-liderança

Dupla repete desempenho de duelo contra Grêmio e anota gols na vitória do Rubro-Negro por 3 a 1 na casa do adversário

Diego e Damião marcam, Flamengo bate Chapecoense e assume vice-liderança
Diego comemora o gol que abriu o placar na vitória, seu segundo em dois jogos pelo Flamengo (Foto: Jana Mafalda/Mafalda Press)
Chapecoense
1 3
Flamengo
Chapecoense: CHAPECOENSE: DANILO, GIMENEZ,THIEGO, FILIPE MACEDO E DENER;GIL, JOSIMAR(SÉRGIO MANOEL), CLEBER SANTANA E MARTINUCCIO(LUCAS GOMES);HYORAN(ARTHUR MAIA) E KEMPES
Flamengo: FLAMENGO: MURALHA, PARÁ,RÉVER,R.VAZ E JORGE;MÁRCIO ARAÚJO, W.ARÃO E DIEGO(CUÉLLAR);GABRIEL(DAMIÃO), GUERRERO E ÉVERTON(MANCUELLO).
Placar: PLACAR: 1-0, MIN 10, DIEGO. 1-1 KEMPES, MIN 44. 2-1,DAMIÃO, MIN 69. 3-1, MANCUELLO, MIN 89.
INCIDENCIAS: PARTIDA VÁLIDA PELA 22ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO 2016, DISPUTADA NA ARENA CONDÁ, EM CHAPECÓ

Neste domingo (28), na Arena Condá, o Flamengo venceu a Chapecoense, por 3 a 1, em jogo pela 22ª rodada do Campeonato BrasileiroDiego, Leandro Damião e Mancuello marcaram para o Rubro-Negro, enquanto Kempes descontou para Chape.

A vitória consolida o Flamengo na zona de classificação para a Copa Libertadores e ainda avança o terreno da equipe carioca na tabela do campeonato, deixando-a com 40 pontos – a três pontos do líder Palmeiras. Por sua vez, a derrota deixa a Chapecoense estagnada na décima colocação, somando 30 pontos com o nono, Atlético-PR.

Em primeiro tempo morno, Fla abre placar, Chape pressiona e arranca empate no fim

A Chapecoense começou o jogo bem, se aproveitando do gramado molhado e pressionando o rubro-negro na saída de bola tanto que chegou por duas vezes num espaço de 4 minutos. Primeiro foi num cruzamento de Gimenez pela esquerda que Muralha furou e por pouco Kempes não completou para o gol. Logo em seguida aos 6 Felipe Machado cabeceou após cobrança de escanteio e Réver afastou também de cabeça em cima da linha.

O Flamengo não demorou a responder e aos dez minutos viu Pará receber livre passe de Everton, que cruzou o campo por toda faixa direita, na meia e cruzar rasteiro para Diego que finalizou de primeira abrindo o marcador, Flamengo 1 a 0.

Depois do gol a equipe visitante recuou, ou melhor deixou de marcar pressionado e viu a Chape ter a bola e só consegue chegar de novo aos 29 minutos quando Hyoran saia em boas condições mas perdeu o momento da finalização. Foram 12 minutos de jogo calmo até a Chapecoense chegar outra vez com perigo quando Cleber Santana viu espaço de longe, chutou e no rebote de Muralha o atacante Kempes bateu de primeira empatando a partida.

Chapecoense pressiona, Flamengo sobrevive e anota dois gols após entrada de Damião e Mancuello

Os cariocas começaram o segundo tempo empolgado e logo no terceiro minuto W.Arão raspou de cabeça deixando Éverton livre na frente do goleiro mas o camisa 22 isolou em chute de primeira. Na sequência veio a resposta da Chape com Kempes invadindo a área e chutando fraco para defesa tranquila de Muralha.

Nos minutos seguintes o cenário se repetiu: Flamengo atacou, Chapecoense respondeu. Rubro-negro acha espaço pela direita, bola sobra em Gabriel dentro da área que tem sua finalização bloqueada. Na sobra Márcio Araújo chutou de fora por cima da meta adversária. O lateral esquerdo Dener foi quem respondeu chutando rasteiro quando invadia a meia esquerda obrigando Muralha a espalmar para o lado.

Não satisfeito com o rendimento da equipe, Zé Ricardo mudou o Flamengo logo por duas vezes seguidas nas entradas de Leandro Damião e Mancuello, enquanto Éverton e Gabriel deixaram o jogo. A mudança deu resultado aos 23 minutos pois Guerrero e Damião tabelaram até o peruano ser derrubado por Filipe Machado dentro da área. Pênalti que Leandro Damião bateu no meio do gol, recolocando o Flamengo na frente, 2 a 1.

Por pouco o rubro-negro não ampliou em seguido pois Guerrero tentou por duas vezes marcar o terceiro gol sendo impedido por defesas fantásticas do goleiro Danilo. Os minutos subsequentes a Chape pressionou, finalizou com perigo por quatro vezes (Lucas Gomes duas vezes, Gimenez e Arthur Maia) e quase empatou a partida.

A pá de cal na tentativa de empate veio aos 44 minutos quando Mancuello invadiu pela esquerda e chutou no ângulo, sem chance de defesa para Danilo, Flamengo 3 a 1.