Caio Júnior aprova atuação na vitória sobre Sport e diz ter 'orgulho do trabalho'

Treinador comemora vitória da Chape na Arena Condá e diz estar orgulhoso do equilíbrio e organização do elenco; Verdão venceu por 3 a 0 e chega à 41 pontos, na 10ª colocação

Caio Júnior aprova atuação na vitória sobre Sport e diz ter 'orgulho do trabalho'
Caio Júnior comandando seu time na partida contra o Sport (Foto: Giba Pace Thomaz/Chapecoense).

Depois de passar seis partidas sem saber o que é vitória, a Chapecoense conseguiu quebrar o jejum na manhã desta quarta-feira (12), na Arena Condá. Com gols de Thiego,  Ananias e Kempes, a equipe de Caio Júnior venceu o Sport por 3 a 0 e ficou mais perto da meta de 45 pontos, que é a pontuação média para garantir a permanência na Série A. Feliz com a vitória, o treinador destacou o seu orgulho ao ver o equilíbrio e a organização do elenco.

Orgulho do trabalho. Mesmo nos momentos de muita pressão, que a gente viveu nesses dias, teve a manutenção do equilíbrio e qualificação do trabalho. Tudo que aconteceu no treino se repetiu no jogo. A organização da equipe foi sensacional. Essas coisas me motivam. Assim que se faz uma grande equipe”, avaliou Caio Júnior.

Questionado após alguns jogos sem vitória no campeonato, Caio Júnior diz que não se sentiu pressionado no cargo em nenhum momento: “Da minha parte, em nenhum momento senti pressão. Pelo contrário. Já dirigi muitas equipes com muita pressão. Na verdade, a pressão é a minha. Porque eu tenho vergonha na cara. Perco um jogo e não saio na rua. Se perdesse hoje eu ia ficar muito triste”.

Mais aliviado com a vitória em cima do Sport, Caio afirma que é preciso primeiro cumprir a primeira meta: chegar aos 45 pontos, para que depois o time trace outro objetivo no campeonato. 

Tem que chegar nos 45 pontos primeiro. Quando chegar nesse número, a gente atinge o primeiro objetivo. Mas sem relaxar. A gente tem outra competição. A gente tem grande chance de fazer história na Sul-Americana. Vamos jogar com o Cruzeiro fora, depois vamos para a Colômbia. Depois tem o Santos na volta. E na sequência o Corinthians. Sem contar o jogo da volta na Sul-Americana. Temos que trabalhar muito e estar muito concentrados”, completou.

A próxima partida da Chapecoense no Campeonato Brasileiro é diante do Cruzeiro, no Mineirão, ás 17h, no domingo (16). Depois, a equipe do interior de Santa Catarina muda seu foco para a Copa Sul-Americana, onde jogará com o Junior Barranquilla, na cidade de Barranquilla, na Colômbia. A partida será na quarta-feira (19), ás 21h45.