Caio Júnior elogia postura da Chapecoense após empate contra Corinthians: "Fomos melhores"

Treinador do Verdão aprovou o desempenho de sua equipe no empate contra o Corinthians em São Paulo; Chape é o 11º colocado com 43 pontos

Caio Júnior elogia postura da Chapecoense após empate contra Corinthians: "Fomos melhores"
Caio Júnior comenta sobre empate contra o Corinthians. (Foto: Divulgação/Chapecoense).

Em meio a dúvidas se entraria com a equipe mista diante do Corinthians, o treinador da Chapecoense, Caio Júnior, optou por entrar com seus titulares na partida importante contra o Corinthians em São Paulo. O receio é por conta da partida importante que a equipe catarinense terá na Copa Sul-Americana nessa quarta-feira (2), contra o San Lorenzo nas semifinais da competição.

Mesmo não poupando os jogadores, Caio Júnior aprovou a atuação da equipe e o empate contra o Corinthians. Para o comandante, a sua equipe teve uma atuação até melhor que a do time de Oswaldo de Oliveira: "Eu acho que se perdêssemos de 1 a 0, com o gol de pênalti, seria parecido com o jogo do Santos, que dominamos e perdemos por 1 a 0. Modéstia à parte, acho que fomos superiores ao Corinthians, impusemos o nosso jogo, colocamos pressão. Eles jogam muito atrás no campo e se arriscam no contra-ataque. Mas em quase toda parte do jogo a Chape foi melhor", disse o treinador.

Caio Júnior também explicou o porque de ter optado pelos titulares no duelo contra o Corinthians: "Cada um tem sua função. Temos a área da fisiologia. Em cima dela que me baseei. As avaliações foram ótimas. E me surpreendi quando o pessoal da fisiologia disse que não tinha motivos para poupar jogador. Estamos no ápice da forma. Só jogar e recuperar. Na quarta-feira, vamos estar inteiros em Buenos Aires."

Um dos aspectos mais fortes da Chapecoense na partida foi a defesa. A equipe conseguiu segurar a pressão do Corinthians e evitou que o time sofresse mais gols. Caio Júnior também não perdeu a oportunidade de elogiar a postura defensiva de seus zagueiros.

"Acho que o Neto deu uma estabilidade maior para a defesa, porque ele jogou muito tempo com o Thiego. Ele é um jogador maduro, com liderança. Todos são muito importantes. E o Tiaguinho é um jogador que dá equilíbrio ao time. Ele é um dos jogadores que mais consegue roubar as bolas. Ele dá essa estabilidade. A gente tem um pouco de tudo. E a organização da equipe.", completou.

Com a cabeça na Sul-Americana, Caio Júnior falou sobre a expectativa do confronto inédito da Chapecoense contra o San Lorenzo, pelas semifinais: "Na Sul-Americana tem que estar com o coração em dia. O segundo jogo é o mais emocionante. Ele é só dia 23, então vamos guardar emoção para essa quarta-feira. O grande trabalho agora é estudar bem o San Lorenzo. Vamos voltar a Chapecó e analisar seus últimos jogos."