Chapecoense vence Vitória na Arena Condá e confirma permanência na Série A

Chapecoense vira o jogo no segundo tempo e garante permanência na Série A

Chapecoense vence Vitória na Arena Condá e confirma permanência na Série A
Foto: Divulgação / Chapecoense
Chapecoense
2 1
Vitória
Chapecoense: Jandrei, Apodi (Luiz Otávio), Douglas, Fabrício Bruno, Reinaldo, Canteros (João Pedro), Moisés Ribeiro, Amaral, Luiz Antônio, Wellington Paulista (Túlio de Melo) e Arthur Caike. Técnico: Gilson Kleina
Vitória: Fernando Miguel, Caique Sá (André Lima), Wallace, Ramon e Geferson; Uillian Corrêa (René), Zé Welisson (Allan Costa), Yago e Patric; David e Santiago Tréllez. Técnico Vagner Mancini
Placar: 0-1, min. 19, David; 1-1, min. 24, Arthur; 2-1, min. 77, Túlio de Melo
ÁRBITRO: Anderson Daronco, auxiliado por Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior
INCIDENCIAS: Jogo válido pela 35ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro 2017, sendo disputado na Arena Condá, em Chapecó/SC

Faltando pouco tempo para completar um ano da trágica tragédia com o time da Chapecoense, o clube Catarinense conseguiu se reerguer e garante a vaga na Série A do Campeonato Brasileiro para 2018. A confirmação da permanência veio após o time vencer o Vitória em casa pelo placar de 2 a 1. O time Baiano até saiu na frente com David, mas acabou cedendo a virada. Arthur e Túlio de Melo garantiram a virada para o time da casa.

Com a vitória a Chapecoense soma 47 pontos e na 10ª colocação está livre do rebaixamento. Na próxima rodada a equipe encara o Atlético-Go fora de casa. A partida está marcada para domingo (19), às 17h. Já o Vitória segue ameaçado pelo Z4. Com a derrota o time fica com os mesmos 39 pontos na 16ª colocação. Na fuga contra a Série B o time Baiano recebe o Cruzeiro, também às 17h do domingo.

Primeiro tempo de poucas oportunidades e empate no placar

Em um primeiro tempo de poucas oportunidades, o Vitória foi quem tomou a iniciativa na partida. Após cruzamento para a área, aos 14 minutos, a bola sobrou com David, que arriscou da entrada da área, mas Jandrei fez a defesa. A Chape não conseguia criar e o nervosismo deve ter batido no time. Aos 19 minutos o goleiro Jandrei errou na reposição com os pés e a bola sobrou com David. O jogador driblou o zagueiro e bateu firme para abrir o placar.

Após o gol a Chapecoense foi obrigada a jogar. Cinco minutos após o revés o time da casa teve um escanteio a favor. Reinaldo foi para a cobrança e colocou a bola na cabeça de Arthur, que mandou com muita força para empatar a partida. A partida voltou a ficar presa no meio de campo após os gols e mais nada aconteceu na primeira etapa.

Chuva, bola na trave e virada da Chape na segunda etapa

O segundo tempo de jogo foi marcado pela forte chuva em Chapecó. Com a bola molhada e o campo escorregadio, a solução foi arriscar chutes de longas distâncias. Foi o que fez o Vitória aos 11 minutos. Yago viu a oportunidade e arriscou, mas a bola saiu pela linha de fundo. José Welison também testou o goleiro Jandrei. Aos 16 minutos o volante cobrou falta, obrigando o goleiro a trabalhar.

A Chapecoense também levou perigo na segunda etapa. O time teve um gol anulado aos 25 minutos, mas não desanimou. Aos 32, após rebote do goleiro Reinaldo, a bola sobrou com Túlio de Melo que de cabeça virou o placar para o time da casa. Três minutos depois foi a vez de Arthur levantar a torcida. Após cruzamento de Apodi a bola sobrou com o meia que tocou de cabeça, mas a bola foi na trave.

Bola na trave também no lado Rubro-negro. Perto do fim André Lima tentou aproveitar o cruzamento de Patric, mas errou o alvo na hora de finalização.